quinta-feira, 31 de julho de 2008

Mercado Kinaxixe, foi





Já divulguei em vários sitios na net informação sobre o mercado Kinaxixe, como sendo obra de referência na arquitectura angolana.
Primeiro porque era um edifício bonito.
Segundo porque era uma obra de inspiração Corbusiana obedecendo aos seus cinco princípios arquitectónicos (1).
Terceiro porque surge em consequencia dos princípios da Carta de Atenas e CIAM.
Quarto porque era um edifício bem concebido e adaptado ao clima tropical.
Quinto por ocupava um espaço de grande relevo e referência na cidade de Luanda.
Sexto porque efectivamente era uma obra caracterizada no International Style
Sétimo porque uma obra com estas caracteristas se localizava no continente africano.
Oitavo porque era considerada uma obra limpa, sintética, funcional e racional
Nono porque era uma obra que facilmente se ligava a uma rede de referências internacionais ao nível da arquitectura: Carta de Atenas, Corbusier, Brasília, Lúcio Costa, história da arquitectura, Chandigar.
Décimo por ter sido projectado pelo arquitecto Vasco Vieira da Costa

Estas são as 10 razões que me levam a entristecer. Mais uma vez, valor patrimonial é superado pela linguagem do dinheiro e da especulação.
Esta desvalorização patrimonial chegou a Luanda, Obviamente que é nos paises em desenvolvimento que a especulação encontra o espaço ideal para singrar.
Na renovação dos centros urbanos europeus, os mercados são para recuperar. Velhos novos, feios, bonitos, com história ou sem ela, os mercados são um organismo urbano de vital importância na vida das cidades e daí a sua valorização crescente. Mercados não são incompatíveis com shopings…. Cada um tem os seus utilizadores, mas curiosamente nas mais antigas cidades do mundo, nunca vi nenhum visitante a procurar a localização de um centro comercial, já dos mercados…..
Erros de um país adolescente. O poder às vezes cega e os cidadãos ainda não perceberam que têm a ser eles a zelar pela sua cidade.
O caminho até à demolição é quase sempre o mesmo, aprende-se em poucas lições e é transversal a todas as cidades do mundo:

Falta de manutenção
Não adaptação às novas exigências.
Conflitos intencionais com o tráfego envolvente.
Concorrência selvagem dos shopings
Fiscalização exagerada
Aceleração da degradação
Acumulação de lixo
Por os média a falar nas alternativas e a manipular a opinião publica
Dar visibilidade à degradação do espaço físico
Esquecer o que dizem meia dúzia de intelectuais
Proporcionar que o edificio seja suporte de grafittis e publicidade
Permitir a ocupação ilegal de preferência por marginais
Demolição ou incêndio

TARDA MAS NÃO FALHA!

Hoje tenho múltiplas razões para verter uma lágrima pelos afectos.
Foi lá que eu observei as lagostas olhos nos olhos admirando-as pelos seus lentos movimentos agonizantes. Foi lá que eu negociei a compra da cana de açúcar e ginguba, com os tostões que a mãe me dava. Foi lá que eu apreciei as pirâmides de tubérculos, organizadas pela mestria do equilíbrio manifestado pela quitandeiras. Foi lá que pela primeira vez me inspirei nas artes do fumo, com o cigarro ao contrário. Foi lá que imprimi na minha memória o perfume do peixe fresco. Foi lá que me familiarizei com o kimbundu.
O kinaxixe já era importante para mim sem eu suspeitar da importância arquitectónica. Até do nome eu gostava.

Quem diria que estaria hoje a escrever o elogio fúnebre.
Até sempre Kinaxixe!


(Transferirei todas as fotos e artigos para uma gaveta especial)

(1) Principios relacionados com a Ville Savoy (1929) projectada por Corbusier - planta e fachada livre (sem ornamentos), edifício assente sobre pilotis (pilares à vista), janelas em comprimento e cobertura em terraço.
Anabela Quelhas

Mercado Kinaxixe
Data de Construção: 1950/1952
Autor - Arquitecto Vasco Vieira da Costa
O mercado Kinaxixe é uma das obras mais emblemáticas deste arquitecto e da arquietctura com influências Corbusianas, que maior valor internacional, haverá no território angolano. Obra referida nas revistas da especialidade, como uma das mais importantes, efectuada pelos portugueses durante o século XX.
Este arquitecto trabalhou com Le Corbusier *, tal como Óscar Niemeyer, o que, no mundo inteiro não haverá mais de uma dúzia de arquitectos, que possam ostentar essa particularidade no seu currículo, e penso que foi um dos fundadores da faculdade de arquitectura de Luanda. Nome respeitado entre os arquitectos portugueses, que tive a oportunidade de conhecer no final da década de 70, numa das suas visitas à Escola de Belas Artes do Porto.
*Le Corbusier (1887- 1965) - arquitecto francês de origem suíça considerado juntamente com Frank Lloyd Wright, Alvar Aalto, Mies van der Rohe, um dos mais importantes arquitectos do século XX, lançou as bases do movimento moderno de características funcionalistas, formulando uma nova linguagem arquitetónica que influênciou todas as gerações posteriores.
Shopping Kinaxixe - proposta de construção de um moderno shopping center a localizar exactamente no conhecido mercado Kinaxixe.
O edifício terá seis andares, três dos quais subterrâneos, destinados a estacionamento de 226 viaturas, e outros três para lojas. Àrea total construída - 55 mil metros quadrados.
Os três primeiros andares, com o perímetro totalmente climatizado, terão sete salas de cinema, lojas de brinquedos e espaço de actividades para crianças, alimentação e supermercados.
Valor estimado - 30 milhões de dólares (desactualizado).
As "desatenções" sucedem-se!
Até já a todos,
Anabela Quelhas
http://www.angonoticias.com/full_headlines.php?id=5802
Editado em
www.sanzalangola.com em 18/01/2006
Quilha:
Ainda bem que o edifício não irá ser demolido, no entanto o seu espaço interior será mesmo assim completamente adulterado.
Mesmo assim teremos:- Intensificação de tráfego naquela parte da cidade (que neste momento penso que já existe trafego em excesso).- Os pequenos comerciantes serão desalojados e transferidos para locais de importancia cada vez mais secundária.
Centros comerciais há imensos pelo mundo fora, também são necessários, evidentemente.
Mercados tradicionais com as características deste, já são muito raros.Veja-se, quem visita Barcelona provávelmente nem irá entrar num centro comercial (só se for para estacionar o automóvel), mas irá certamente visitar e provávelmente comprar, ao mercado S. José nas Ramblas.
Gostaria de ver a foto da maquete, obrigada Quilha.
Até breve,
Anabela Quelhas
Editado em www. sanzalangola.com em 18/01/06







- KINAXIXE, EXEMPLO MAIOR DA ARQUITECTURA TROPICALO Kinaxixe, para além do valor patrimonial enquanto obra arquitectónica, é um dos últimos grandes exercícios de arquitectura tropical produzidos no País e que traduz, de forma indelével, o pensamento que deve estar subjacente à cultura construtiva em países tropicais. Se no caso do edifício do D. Ana Joaquina havia, fundamentalmente, a carga da sua história, no caso do Kinaxixe não! E um edifício com nobreza, referenciado nos livros de arquitectura universal como uma referência conceptual e construtiva. "Para além de ser o único edifício de Angola referenciado no livro "Arquitecturas do Mundo", ele representa sob o ponto de vista da arquitectura tropical, a essência do pensamento sobre a ventilação cruzada e a forma como o betão deve ser usado em regiões tropicais , sendo a sua estrutura formal e compósita , um ponto de partida para se analisar o que se pode ou se deve fazer, em regiões tropicais. O edifício reflecte os elementos base do pensamento sobre arquitectura tropical, ou seja a ventilação cruzada, o recurso ao grande pé direito, a luminosidade controlada, as protecções a poente no percurso da incidência solar, as relações espaço/ventilação, humidade/conforto térmico. Não é por acaso que vem referenciado no livro das arquitecturas do Mundo!Por ANDRÉ MINGAS* arq.Angolano- Data de Construção: 1950/1952Autor - Arquitecto Vasco Vieira da CostaO mercado Kinaxixe é uma das obras mais emblemáticas deste arquitecto e da arquietctura com influências Corbusianas, que maior valor internacional, haverá no território angolano. Obra referida nas revistas da especialidade, como uma das mais importantes, efectuada pelos portugueses durante o século XX.Este arquitecto trabalhou com Le Corbusier *, tal como Óscar Niemeyer, o que, no mundo inteiro não haverá mais de uma dúzia de arquitectos, que possam ostentar essa particularidade no seu currículo, e penso que foi um dos fundadores da faculdade de arquitectura de Luanda. Nome respeitado entre os arquitectos portugueses, que tive a oportunidade de conhecer no final da década de 70, numa das suas visitas à Escola de Belas Artes do Porto.(...)"- Há uns meses chegou a estar marcada em Luanda uma marcha pelo Kinaxixe. Mas tanto quanto sei não chegou "à rua".É uma peça importante do património arquitectónico. Porém a sua localização e o valor do terreno leva a que seja muito apetecivel. Da forma que está é que não pode continuar.- Boas todos, sou estudante de arquitectura, sou angolano e vivo mesmo em frente a referida obra, devo dizer que é umas da obras que mais de me fasicna na minha cidade, a par de outra como o cinema atlantico ou mesmo o cinema miramar, autenticos palcos de espectaculos que reflectem a qualidade de vida que o modernismo preconizava para as urbes. Contudo devo dizer que é com grande pena que vejo esta peça de arquitectura a vir a ser alterada... contudo no meu pais é assim, alguns acordam com vontade de fazer e fazem... é pena, mas gostaria que todos os presentes tivessem o previlegio de conhecer este mercado, digo-vos é uma bela peça de arquitectura.uma lição do bem exercer.saudações
http://africaminhamami.blogspot.com/





Pensar e Falar Angola

Sem comentários:

Etumudietu: Encontro com a Kultura - Segunda-feira dia 11 de de Dezembro

Etumudietu: Encontro com a Kultura Segunda-feira dia 11 de de Dezembro de 2023 Horas: Angola/Itália 21:30 Portugal 20:30 Tema: E...