A Efeméride Nacional

11 DE NOVEMBRO DE 1975

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Os Enfermeiros e a Carreira

O vice-ministro da Saúde para área hospitalar garantiu, ontem, em Menongue, que o Executivo está a estudar um conjunto de medidas para revisão da careira dos enfermeiros, que lhes dê remuneração adequada.
Carlos Masseca, que falava no encerramento das jornadas nacionais do Dia do Enfermeiro, que decorreram sob o lema “Enfermeiro e a urbanização fazem diferença na saúde global”, afirmou que o Ministério da Saúde está a trabalhar num projecto que visa adequar a actual legislação à nova Constituição e formar pessoas que possam dar resposta aos problemas do sector.
“É fundamental que os enfermeiros reflictam em relação a todos os problemas que afligem a classe, mas também é importante que possamos cuidar da nossa saúde para o seu engrandecimento”, disse.
O vice-ministro assegurou que a revisão do Orçamento Geral do Estado, previsto para Julho, vai introduzir melhorias no sector da Saúde, a julgar pelos projectos em carteira.
Carlos Masseca regozijou-se por a província do Kuando-Kubango ter passado a dispor, recentemente, de uma escola superior, que tem um curso de enfermagem. Esta nova realidade, frisou, vai contribuir para a formação de mais técnicos para na região, com reflexos na qualidade de assistência médica e medicamentosa à população.

Salvar vidas

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros de Angola considerou positivas as jornadas comemorativas ao Dia do Enfermeiro, assinalado em 12 de Maio, por abordar vários assuntos que procuram garantir maior rigor ao compromisso institucional assumido pelos profissionais da classe, que é o de salvar vidas. Teresa Vicente apelou aos enfermeiros que, no exercício da profissão, optem por uma actuação dentro da ética e deontologia profissional, assegurando e fazendo respeitar o direito dos utentes a uma assistência de qualidade.
“É importante que os profissionais de enfermagem continuem a olhar para a profissão como um meio de consagração do bem-estar social e dos direitos fundamentais dos cidadãos”, disse, acrescentando ser esta a aposta da Ordem. O acto de encerramento das jornadas foi antecedido de uma palestra sobre a hipertensão arterial e de entrega de instrumentos de trabalho a profissionais inscritos na Ordem dos enfermeiros. O vice-ministro visitou o hospital central de Menongue, o posto de saúde do bairro Novo e as obras do centro de saúde do bairro Vitória. Na véspera, Carlos Masseca pediu às autoridades locais,apuramento das razões que levaram à destruição de mais de 13 mil toneladas de medicamentos.

Pensar e Falar Angola
Enviar um comentário