Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2008

Terminar o ano a caminho da Formula 1

Imagem
Nesta altura é hábito estar-se a fazer um resumo do que é que ficou para trás de relevante ou não. Não me apetece fazê-lo.
Houve eleições com os resultados que se viram, há que ponderar muita coisa, há que reconstruir outras muitas coisas, há que acrescentar maturidade e responsabilidades. Mas 2008 foi o que foi, está a acabar e vem aí o 2009, que todos desejam seja melhor e etc e tal. Os que por tudo e por nada dizem mal, vão continuar a fazê-lo, os que não têm opinião vão continuar a não tê-la, etc e tal.
Mas como terminar o ano? Porque não a caminho da Formula 1?
E foi com este pensamento que fui parar à página do RSS e fiquei a saber que há uma equipa que se chama Racing Sá e Silva, que teve origem nos idos anos 70 e que se mantém em actividade e numa abordagem mais virada para o futuro, Luís Sá Silva, de apenas 16 anos de idade, tem disputado provas do campeonato asiático de Fórmula Renault.

Pensar e Falar Angola

Um mail num final de ano

Imagem
Caro,

Navegando na net à procura de referências sobre o Colégio Espirito Santo em Nova Lisboa (hoje Huambo) , dou com o seu blogue.

Antes de mais: parabéns !

Devem estar aí investidas muitas horas de realização pessoal.

E depois lembrei-me: será que me pode ajudar a encontrar, a localizar ex-colegas de escola no Colégio dos "Padres" como era conhecido ?

Pode ser que sim... no essencial: nasci em 1965 em Nova Lisboa, e entre 1971 e 1975 estudei no Colégio. De então para cá, perdi o rasto completo aos meus colegas. Será que me pode ajudar nesse desiderato ?

Um abraço e Feliz 2009 !

Miguel Cristovao

http://coisasdosnegocios.blogspot.com/



não é que fui bisbilhotar o blog e ena pá 30000, aquilo é economez para cima e para baixo, para a direita e atira na esquerda. Como eu li tudinho sei que não vou apanhar com essa tal de crise que eu sou um gajo sério e isto hoje é assim porque é o último dia do ano e como dizia o Henrique Santana, num daqueles filmes a brancos e preto, deste não há mais…

Turismo, e de qualidade

Imagem
Até parece que é uma resposta ao que eu «postei» no passado dia 29, quando afirmei que o Turismo em Angola é inexistente.


Yara Simão
Angola prepara entrada na alta-roda dos países com turismo de qualidade
O Ministério da Hotelaria e Turismo tem como prioridade melhorar a imagem do sector e colocar Angola na lista dos países turísticos de referência internacional, revelou ontem o ministro Pedro Mutindi, quando discursava para os trabalhadores, na cerimónia de cumprimentos de fim- de- ano. Pedro Mutindi disse que é impossível esquecer que o turismo é um dos factores redistributivos mais eficazes nas relações internacionais. Por isso, colocou também, como prioridade do seu ministério, a captação de financiamentos e a atracção de turistas ao país. Pedro Mutindi afirmou que no próximo ano, o ministério que tutela vai elaborar o Plano-Director do Turismo, que vai definir as áreas de actuação prioritária e apontar os princípios básicos que devem constituir a política a seguir e promover os meios …

Visitando Blogs (12)

Imagem
Isabelita...
Ai minha banda...És mesmo a melhor terra do mundo.
A semana que ainda agora a pouco terminou foi fértil em noticias sobre a nossa Banda. É que foi mesmo fértil, num apicé e quando menos se esperava...angola pra aqui, angola pra colá... o motivo? Isabelinha, esta mesma,a Isabel dos Santos, esposa de Sindika Dokolo e filha do engenheiro José Eduardo dos santos, veio arribalta e aplidada pelo jornal publico(como se já não fosse)de extremamente inteligente e dinâmica, profissional e uma boa empresária, e blá blá blá. Grandes puxa sacos. Só foi preciso Isabelinha adquirir 9,69% do capital que o milleniumm BCP detinha no BPI, para Isabelinha aparecer nas bocas, nas paginas de jornais, nas noticias televisivas e radiofónicas e até em revistas cores de rosas Portuguesas...
É que eles ainda não sabem que a intenção da Isabelinha( e Deus abençoe a mãe que pariu esta rapariga) é comprar tudo que existe cá em Portugal (tomara que seja mesmo o seu desejo), comprar não, adquirir e mesmo q…

Escritores Angolanos - Jacinto Lemos

Imagem
Jacinto de Lemos conta neste seu novo livro, “Chico Nhô”, histórias de lutadores e as suas vivências nos musseques luandenses no período colonial. Em 771 páginas, Jacinto de Lemos narra histórias de lutas daqueles tempos, nos musseques, onde “Chico Nhô” (senhor Chico, em português), um pessoa bué porreira, é a personagem principal. Na época, a maioria das pessoas usava a feitiçaria para confrontar os seus adversários de luta. Mas, “Chico Nhô”, que herdara o espírito do seu bisavô chamado Kakoba, não tinha matiti (feitiço de lutar). Na hora da luta, o espírito do bisavô colocava-lhe nas mãos uma faca, que usava como defesa pessoal. “Mas esse spírito não dimorou. Bem dizer, Chico parou de lutar cedo, porque o spírito quando lhi vinha, fazia firimento fundo de criar maka grande no bairro, como aquela maka que lhi provocou disgosto, por lhi curparem que matou o Mané Canhoto”, conta o autor. Se fala também de grandes lutadores do passado como Luís Cafrique, Fernando Maiombola, Mantiamba e Ma…

Angola na Rota do KitSurf

Imagem
Fotos: Duron




Renato Rossi está há mais de 2 anos em Angola, trabalhando em arquitetura e claro 'kiteando' bastante, já que um dos mais belos spots (Ilha das Conchas) fica pertinho da sua casa. Ele diz-me que o vento é sempre muito previsível, no mesmo sentido e tirando o período do cacimbo (inverno), venta quase todos os dias no final da tarde. No fundo, este clima é optimo para o Kit Surf.

Com certeza essa terra "mãe" cheia de contrastes, que passou por muitas turbulências, como a guerra que durou quase 3 décadas, tem muito a oferecer e a nos ensinar. A começar pelo povo, que mesmo fazendo tanta confusão, conseguem estar sempre alegres em meio a realidade que os cerca.

Infelizmente o turismo ainda é inexistente. Uma pena, pois aqui estão alguns extraordinários cenários a serem explorados.
O kite também está crescendo bastante por aqui. Quando cheguei eram apenas eu e mais 3 pessoas. Hoje já devem ter mais de 20 e todos os dias é possível ver alguns kites voando na famo…

Poupar água

Imagem
Uma torneira a gotejar gasta, por dia 50 litros de água; a perder um fio de água de 12mm gasta, por dia, cerca de 34mil litro;
Ao lavar o seu carro com balde e esponja em vez de mangueira, poupa cerca de 500 litros de água;
Uma piscina pode perder até 3785 litros de água por mês por evaporação o que abastece uma família de 4 pessoas por cerca de ano e meio;
Ao regar as plantas nas horas de maior calor a água evapora-se mais rapidamente;
Ao lavar os dentes com água a correr na torneira gasta, em média, 50 litros de água;
Ao fazer a barba com água a correr na torneira gasta, em média, 75 litros de água;
Ao tomar duche de 5 minutos gasta 25 litros de água; num banho de imersão gasta pelo menos 3 vezes mais;
Em cada descarga do autoclismo gasta 10 a 15 litros de água; o consumo deste equipamento representa cerca de 40% do consumo doméstico e 230 mil milhões de litros de água no país por ano;
Ao lavar a loiça com água a correr na torneira gasta, em média, 110 litros de água;
Uma máquina de lavar lo…

(46) - Ágora - Silogismo/ Opinião/

Imagem
3/11/08


Vou falar de várias coisas, que pouco terão umas a ver com as outras!

Saiu recentemente, editado pela D. Quixote, um livro interessante, de Bernardino Gomes e Tiago Moreira de Sá, “Carlucci vs. Kissinger – Os EUA e a Revolução portuguesa”, em que são reproduzidos memorandos das conversas, mantidas entre Mário Soares, Carlucci e Kissinger, sobre as vicissitudes que rodearam o reconhecimento, da então República Popular de Angola, por parte do governo português. Obviamente, que muitos de nós sabíamos os esforços do ex-presidente português Mário Soares, na tentativa de bloquear o processo no período do antes e do pós 11 de Novembro de 1975, fazendo-o de uma forma tão pertinaz, que sempre foi motivo de inúmeras especulações, e trinta e três anos depois pouco interessam para a generalidade da opinião publica, mas que releva importância nos meios académicos.

Este livro, para além de ser uma investigação interessante, com uma linguagem muito escorreita, tem a vantagem de ter anexos onde…

Sábado Musical

Imagem
Pensar e Falar Angola

Angola na Imprensa (11)

Imagem
Cerca de duas dezenas de empresas brasileiras estabeleceram-se em Angola em 2008 - Dezoito empresas brasileiras estabeleceram-se em Angola durante o ano de 2008 número que a Associação Brasileira de Franchising (ABF) considera deverá aumentar em 2009, segundo fonte da instituição.Ricardo Camargo, director-executivo da Associação Brasileira de Franchising (ABF) disse que " a participação de um pequeno e crescente número de empresas no exterior vem ganhando destaque e Angola parece ter caído no gosto dos investidores brasileiros, donos de franquias de diferentes sectores da economia". A ABF prevê que 65 empresas brasileiras vão estabelecer-se no estrangeiro em 2009 ou seja mais sete do que em 2008 . Actualmente existem representações de franchisados brasilieros em 42 países a maioria delas em Portugal. Angola possui 18. A Mister Sheik, rede de franquia de "fast-food "especializada em comida árabe abriu recentemente sua primeira loja em Luanda, Angola com um investimento…

Anjo Africano

Imagem
Anjo africano
Pensar e Falar Angola

FELIZ NATAL

Imagem
Batik africano
Pensar e Falar Angola

Luanda em Dia de Natal

Imagem
Pensar e Falar Angola

Nara promove as "Saturninas", dia 26 de Dezembro, às 21:30 - No Espaço Elinga Teatro.

Imagem
Pensar e Falar Angola

FeLiZ nAtAl

Imagem
Pensar e Falar Angola

Debate da História da Arte

Imagem
História da Arte em Angola e África debatida no próximo mês em Simpósio

António Bequengue

O Professor Doutor Zakeu Zengo é um dos organizadores do Simpósio Internacional de Estética e História da Arte em Angola e África, a decorrer nos dias 22 a 23 de Janeiro de 2009, em Luanda. O evento vai reunir durante dois dias académicos nacionais e estrangeiros como os Professores Doutores Carmén Lúcia Tindó Secco, Fernando Mourão, Carlos Serrano e Samba Diakité, o Doutor Simão Souindoula, o padre José Kassanje e o pintor e escultor António Tomas Ana “Etona”. Em entrevista ao “Jornal de Angola”, Zakeu Zengo fala dos objectivos e preparativos deste simpósio. Jornal de Angola - Qual o objectivo do Simpósio Internacional? Zakeu Zengo - O colonialismo alterou, e em diversos casos destruiu, a nossa cultura e falsificou o sentido de nossa criatividade. A guerra civil fragmentou as nossas aspirações nacionalistas e debilitou a sabedoria das nossas tradições. A infusão actual dos valores tecnológicos e cul…

A Caras sugere...

Imagem
No dia 9 de Dezembro escrevemos assim: “Penteados Femininos Angolanos” de Dr.ª Helena Justino, que terá lugar no dia 11 de Dezembro de 2008, das 09H00 às 17H40, na Escola Profissional Almirante Reis, na rua do Paraíso nº 1, Lisboa (À Feira da Ladra, metro Santa Apolónia). Hoje, o amigo Manuel Rodrigues Vaz, faz-nos chegar este recorte de revista. Parabens a Helena Justino.

Pensar e Falar Angola

Minha prenda de Natal - Um livro de João Melo

Imagem
"FILHOS DA PÁTRIA", de João Melo. Este livro de contos de João Melo (1955) é uma viagem pelo cotidiano angolano. Surpreende a forma crua com que ele apresenta os mais diferentes personagens: homens e mulheres que se deparam com uma realidade extremamente severa, que extermina seus sonhos, sempre adiados. Uma das epígrafes do livro é do português José Saramago - "Saberíamos muito mais das complexidades da vida se nos aplicássemos a estudar com afinco as suas contradições em vez de perdermos tanto tempo com as identidades e coerência." A ironia de João Melo alia-se à reflexão profunda sobre os temas tratados em cada um dos dez contos. João Melo é jornalista e deputado da Assembléia Nacional de Angola. - «Até onde é capaz de ir a capacidade de humilhação do ser humano?»É com esta interrogação que João Melo inicia a sua mais recente viagem pelas estórias do quotidiano angolano. A cada virar de página somos surpreendidos com a sua forma clara e honesta de apresentar os …

feliz natal

Imagem
Batik africano

Pensar e Falar Angola

QUEM MANDA EM CADA UM ?

Pouco se pode fazer para alterar a desordem exterior da vida das sociedades humanas mas muito se pode fazer no interior mental de cada um de nós . em busca de uma ordem com mais equilíbrio .

Apenas podemos alterar a desordem mental profunda e superficial em nós . . Pouco se pode alterar nos outros .
.
Achamos que controlamos nossa vida e ao redor .. . pura ilusão pois na realidade o mundo anda tão complexo na sua desordem que quem manda em nós é a desordem do mundo.

Hoje pouco podemos fazer e apenas a NATUREZA tem a força capaz e suficiente para alterar a desordem criada na Terra pelos humanos.

A natureza quando age, desde o principio da vida , o faz em busca do equilíbrio e da ordem e tanto é assim que conseguiu criar esta maravilha que é o planeta Terra .

Muitos outros planetas com vida própria e inteligente devem existir neste universo infindo a que temos o privilégio de assistir hoje através do Observatório Espacial Hublle e outras pesquisas cientificas.

Somos seres privilegiados ao viver …

Huíla e Malária

Imagem
Novecentos e 97 pessoas morreram, de Janeiro a Novembro deste ano, vítimas de malária, dos 128 mil e 902 casos da doença registados pelas autoridades sanitárias da província da Huíla, soube sexta-feira à Angop, no Lubango (Huíla).
Bernabé Lemos, chefe de departamento de saúde pública e controlo de endemias, disse que as mortes ocorreram nas 354 unidades hospitalares existentes na província, tendo sido observado um aumento de 327 casos em relação a igual período de 2007.
Acrescentou que, nos últimos 11 meses, o seu sector notificou 252 mil 479 consultas gerais, 425 mil 573 casos clínicos de malária, dentre os quais 13 mil 566 foram considerados graves e que afectaram principalmente mulheres grávidas e menores de cinco anos.
Entretanto, o responsável disse que, para conter a doença, a direcção provincial de saúde tem vindo a distribuir gratuitamente, através dos postos e centros médicos, doses combinadas de anti-palúdicos como "coartem" e "facidar", além de acções de se…

Natal africano

Imagem
Pensar e Falar Angola