Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Notícias no Google sobre Angola

"Maior edifício" de Angola apresentado esta terça-feira
AngolaPress
Luanda – O "maior prédio" de Angola (Edifício ESCOM), com 24 andares, é apresentado esta terça-feira em Luanda, no município da Ingombota. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Luís Gomes Sambo dedica vitória ao povo angolano
AngolaPress
Kigali (Da enviada especial) - Luís Gomes sambo, reeleito hoje, segunda-feira, para o cargo de director da OMS/AFRO, dedicou a vitória ao povo angolano, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola pode alcançar produção satisfatória de óleo de palma em ...
AngolaPress
... alertamos aos nossos serviços de sanidade vegetal a não permitir a entrada no país de sementes de palmar sem critérios, porque Angola é o país mais a ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Política externa baseia-se na reconciliação, diz diplomata em Angola
AngolaPress
Luanda - O Encarregado de Negócios Interino da Polónia em Angola, Jacek Wasilewski, disse hoje, em Luanda, que a política externa do seu país foi construída ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Renomado escritor angolano vem ao Tocantins nesta terça-feira
O Girassol
A Academia Tocantinense de Letras ea Academia Palmense de Letras homenageiam uma das mais importantes autoridades da literatura angolana, nesta terça-feira, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Metaloviana estuda Angola
Diário de Notícias - Lisboa
... activa de todos os colaboradores", começa por explicar ao DN Morais Vieira, o homem-forte da empresa, que já pensa na expansão do negócio para Angola. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola organizará Semana da Cultura Brasileira
China Radio International
Angola organizará a 6ª Semana da Cultura Brasileira nesta segunda-feira para celebrar o 187º aniversário da independência do Brasil, anunciou domingo Albert ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
China conquista Angola com a ajuda da Sonangol
Jornal de Negócios - Portugal
A Sonangol tem sido a porta de entrada da China em Angola. A petrolífera e as autoridades de Pequim criaram uma complexa teia de relações comerciais onde ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Embaixador angolano no Botswana considera PR de esteio da nação
AngolaPress
Gaberone - O embaixador angolano no Botswana, José Agostinho Neto, considera, na sua mensagem de felicitações, o Presidente da República de Angola, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


domingo, 30 de agosto de 2009

Notícias no Google sobre Angola


Bispo tocoísta destaca liderança do Presidente da República na ...
AngolaPress
Por outro lado, enalteceu o governo angolano por facilitar às igrejas de várias denominações a evangelizar "o Povo de Deus" em todo espaço territorial de ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola participa na 59ª Sessão da OMS/AFRO
AngolaPress
Kigali (Da enviada especial) - A República de Angola está representada, desde sábado, em Kigali, Rwanda, onde decorrerá, de 31 de Agosto a 04 de Setembro, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Crescimento económico é dos mais elevados da UE - diz diplomata em ...
AngolaPress
Luanda - O encarregado de negócios interino da Polónia em Angola, Jacek Wasilewski, considerou a taxa de crescimento económico do seu país como uma das mais ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
scn
Torneio de Angola: Benfica deixa escapar troféu
scn
O Liceo da Corunha foi assim o grande vencedor do torneio ao ganhar, no último jogo, à selecção de Angola, por 4-1. Os galegos sucedem precisamente ao ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola nas celebrações do 10º aniversário da consulta popular em Timor
AngolaPress
Na ocasião, Ramos Horta enalteceu a postura corajosa de países como Angola, Brasil , Cabo Verde, Porutgal, Guiné-Bissau, Moçambique e São-Tomé, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Expansão do Banco do Brasil poderá contemplar Angola
África 21 Digital
Rio de Janeiro - A expansão internacional do Banco do Brasil (BB) poderá vir a contemplar o mercado angolano. Segundo o jornal brasileiro "O Globo", ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola despede-se da Taça Borislav Stankovic com derrota
AngolaPress
Nas partidas anteriores, os angolanos foram batidos pelos chineses, por 62-89, na sexta-feira, e no sábado cairam diante da Turquia (37-60). ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Artista Jorge Vercillo em Angola para a semana do Brasil
AngolaPress
Segundo o presidente da Associação dos Empresários e Executivos Brasileiros em Angola (Aebran), Alberto Esper, a VI Semana do Brasil vai possibilitar ao ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


Ágora (80) - Jornalismo de Angola de luto!




Morreu aos 75 anos a jornalista Edite Soeiro.
Começou a sua actividade em 1950 num jornal de Benguela, “ O Intransigente”, tendo depois embarcado para Lisboa onde começa a trabalhar na Flama.
Da Flama, transita para a revista angolana Notícia, onde se torna a primeira mulher a embrenhar-se na mata e a acompanhar os soldados portugueses na guerra colonial, normalmente acompanhada pelo fotógrafo Fernando Farinha.
Quando falece abruptamente João Charrula de Azevedo, a Neográfica, empresa proprietária da Notícia é adquirida, ainda que com alguns contornos de mecenato, pelo industrial Manoel Vinhas, que decide renovar o parque gráfico e passar a publicar em simultâneo uma edição em Luanda, Lisboa e Lourenço Marques (Maputo).
A delegação de Lisboa vai ser chefiada por Edite Soeiro, tornando-se das primeiras mulheres a assumir lugares de chefia na imprensa portuguesa.
Corajosa, coerente e profundamente exigente consigo, e também com quem trabalhava, aparece na fundação da primeira empresa colectiva de jornalistas, a Projornal, proprietário do semanário “ O Jornal”, que depois deu origem à revista “Visão”, tendo sempre pertencido aos seus quadros e trabalhando com grande rigor, que lhe permitiu receber muitos prémios e louvores, o ultimo dos quais, o Prémio Gazeta em 2006, já então algo debilitada fisicamente.
Edite Soeiro entrevistou a poetisa Natália Correia para a Notícia, curiosamente uma entrevista que a censura deixou passar na íntegra em Luanda, mas que sofreu cortes na edição de Lisboa.
Luis Pacheco, cáustico com tudo e quase todos, teve em Edite Soeiro uma boa amiga e que lhe desculpou muito atraso e ausências nas crónicas do Notícia, sendo o único cronista que recebia adiantado.
A sua morte, como a do Júlio Guerra, do Acácio Barradas, deixam Angola mais pobre, porque deram muito a um jornalismo de causas e de rigor, num tempo em que fazer jornalismo em Angola obrigava a compromissos, algo que eles nunca aceitaram.
Não podíamos deixar de evocar esta triste notícia, que nos caiu num 27 de Julho de 2009.

Fernando Pereira 28/07/09

Pensar e Falar Angola

sábado, 29 de agosto de 2009

Notícias no Google sobre Angola

Embaixador angolano no Egipto felicita PR pelo aniversário natalício
AngolaPress
Cairo - O embaixador de Angola na República Árabe do Egipto, Pedro Hendrick Vaal Neto, enalteceu, hoje, na sua mensagem de felicitações, a forma perspicaz ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
BISPO ENALTECE AÇÕES DO PRESIDENTE NA PACIFICAÇÃO DE ANGOLA
Rádio Vaticano
Ondjiva (Angola), 29 ago (RV) – O bispo de Ondjiva, província do Kunene, em Angola, Dom Fernando Guimarães Kevano, enalteceu hoje, as atitudes do Presidente ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Comitiva angolana em Timor para celebrações do 10º aniversário da ...
AngolaPress
Segundo a fonte, o governante angolano será recebido em audiência segunda-feira pelo presidente timorense, Ramos Horta. ao 10º aniversário da Consulta ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
MPLA homenageia Presidente José Eduardo dos Santos
AngolaPress
Foram oradores dos temas o reitor da Universidade Lusíadas de Angola, Mário Pinto de Andrade, ea mestre em relações internacionais Beatriz Morais, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Sumol+Compal facturou 16,9 milhões de euros no mercado angolano
África 21 Digital
Angola foi o principal contributo para o crescimento do grupo português fora do seu mercado de origem. Cabo Verde também registou resultados positivos. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola averba segunda derrota na Taça Borislav Stankovic
AngolaPress
Ao intervalo os angolanos perdiam por 17-29, com os parciais de 5-15 (primeiro quarto) e 12-14 (segundo quarto). Na ronda inaugural, realizada sexta-feira, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola derrota Namíbia na abertura do Torneio da FESA
AngolaPress
O torneio é promovido pela Fundação Eduardo dos Santos, em colaboração com a Federação Angolana de Futebol, em alusão ao 67º aniversário do Presidente da ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Eduardo dos Santos é o precursor das transformações em Angola
AngolaPress
... angolano na do conflito interno, a implantação de um sistema multipartidário e para a consolidação do processo de reconciliação entre os angolanos. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
TV Globo Internacional completa dez anos com 2 milhões de espectadores
O Globo
No entanto, o diretor da divisão internacional da Rede Globo, Ricardo Scalamandré, conta estar surpreso com a procura observada em Angola e Portugal, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Banco Mundial vê luz no fim do túnel em crise angolana
Agência Lusa
Luanda, 27 ago (Lusa) - Relatório de agosto do Banco Mundial aponta para sinais da recuperação de Angola frente a crise que atravessa desde 2008, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


TOIA NEUPARTH - para admirar um a um

Maria Antónia Neuparth Vieira Alexandre
LUBANGO

Pensar e Falar Angola

Sábado Musical



Pensar e Falar Angola

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Tantã Cultural Nº 328


Notícias no Google sobre Angola

Destacada importância do jornalismo na afirmação da literatura ...
AngolaPress
Para si, a história do jornalismo e da literatura em Angola confundem-se, pois os primeiros jornalistas também foram os primeiros dinamizadores culturais. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola Telecom intensifica trabalhos de instalação da fibra óptica
AngolaPress
Luanda - A Angola Telecom, empresa pública de telecomunicações, intensificou este mês, na província do Huambo, os trabalhos de instalação dos cabos de fibra ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Polónia mantém cooperação com Angola na área da Saúde
AngolaPress
Luanda - A Polónia mantém com Angola cooperação na área da Saúde, desde os anos 90, ao financiar a construção de um Centro Médico, na localidade de ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Polónia pretende reforçar cooperação militar com Angola
AngolaPress
Luanda - A República da Polónia pretende reforçar a cooperação militar com Angola, tendo em conta a tecnologia moderna que possui nesta área, disse hoje, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Política externa da Polonia privilegia Angola
AngolaPress
Luanda - O encarregado de negócios interino da Embaixada da Polónia em Angola, Jacek Wasilewski, disse hoje, em Luanda, que o seu país pretende colocar ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola estreia com China na Taça Stankovic
AngolaPress
Luanda - A selecção nacional inicia hoje às 12h30 (hora de Angola) a defesa do título na taça Stankovic em basquetebol sénior masculino, que se disputa de ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Segunda fase do programa "Angola Jovem" beneficia 300 jovens
AngolaPress
... em Ndalatando (província do Kwanza-Norte) de kits diversos destinados a promoção do auto emprego, no âmbito da segunda fase do programa "Angola Jovem", ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
ESSO pretende reforçar presença em Angola
AngolaPress
Luanda – O director geral da companhia Esso Angola, James Seale, afirmou quinta-feira, em Luanda, que a sua instituição pretende reforçar a sua presença no ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Destacada a contribuição do Bloco 15 no desenvolvimento económico ...
AngolaPress
Luanda – O vice-ministro dos Petróleos, José Inocêncio, enalteceu quinta-feira, em Luanda, a importância da participação campo petrolífero do Bloco 15 no ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Benfica reina em Angola
O Jogo
O Benfica, ao vencer por 5-2 o Liceo, até então líder do Torneio Internacional de Angola, saltou para o comando da prova. Com golos de Caio, Valter Neves, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


me apetece falar antes de ir de férias

Hoje é dia de eu entrar de férias. Por um lado forçadas e por outro mais que merecidas. Forçadas na medida em que fracturei um osso do antebraço direito, meu membro superior predominante, osso chamado de Rádio, assim como num castigo para não ouvir as notícias ruins que chegam de todos os cantos incluindo os cantos duma circunferência, os desequilíbrios de ideias e opiniões emitidas nas mais variadas formas, saber que o Sr. Presidente desconvocou a Conferencia de Imprensa conjunta com a Sra. Clinton por uma qualquer retaliação, saber que os portugueses, italianos e brasileiros são convidados a investir no El Dorado Angolano e que o angolano classe média/alta tem o desejo de ter o dinheiro bem longe, ouvir alguns analistas, convencidos que têm credibilidade, dizerem que o risco do investimento em Angola é idêntico ao risco de jogar num qualquer casino de Macau ou Las Vegas.
Assim, com o Rádio partido também não ouço nas entrevistas das empresas estrangeiras e das ONG’s que angolano recebe metade do salário que receberia se fosse um expatriado.
Merecidas porque dois anos ininterruptamente a falar e pensar Angola dá a volta à cabeça, uma vez que não se quer cair na propaganda, na ofensa e nem falar por falar, procurando ser-se útil na formação e informação.
Irei de férias sabendo que os outros co-autores continuarão a dar tudo por pensar e falar Angola.
Até lá ‘arranjarei’ o Rádio para ouvir o que houver para ouvir.

Pensar e Falar Angola

A diferença entre um bom livro e um livro grande

(clique para ampliar)








Pensar e Falar Angola









quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Notícias no Google sobre Angola

Avião cai em bairro da capital angolana logo após decolagem
Agência Lusa
... caiu no meio da tarde desta quinta-feira perto do bairro do Katinton, nos arredores da capital angolana, confirmou à Agência Lusa a população local. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola vai investir US$ 100 milhões em censo da população e habitação
África 21 Digital
Luanda - O governo angolano recomendou a consagração de verbas no Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2010, visando a preparação do recenseamento da ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Encarnados vencem em Angola
Record
A seleção angolana não aproveitou o fator casa e acabou por ser derrotada pelo Benfica (1-3). Neste momento, os galegos do Liceo estão na frente da ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Em Angola, Maggi acompanha palestra e faz visitas
Diário de Cuiabá
O governador Blairo Maggi (PR) participou ontem em Luanda (Angola) de encontro onde acompanhou a apresentação "Angola em Números", feita pelo empresário do ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Odebrecht investe na produção de açúcar e energia em Angola
Agência Lusa
A Biocom é um consórcio entre a Odebrecht (40% do capital), a companhia petrolífera angolana Sonangol ea Damer, um grupo privado angolano. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola tentou comprar 49% do Banif
Expresso
Acções foram compradas, mas o Estado angolano diz que nunca lhe foram entregues. E o dinheiro está em parte incerta. Em 1994 foi delineado um plano de ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola quer recuperar 100 milhões de euros
Expresso
A Procuradoria-Geral da República diz que a denúncia apresentada pelo Estado angolano, referente a compras de acções do Banif, está em investigação. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Blairo chega a Angola e terá encontro com ministro hoje
Só Notícias
O governador Blairo Maggi e comitiva já estão em Luanda, capital de Angola, onde logo mais, por volta das 19 horas do horário de lá, assistirão a uma ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Diplomata angolano visita fundo para investigação agrícola
AngolaPress
Depois de percorrer as instalações, o diplomata angolano manteve um encontro com o director executivo do FIRCA, Pierre Achah Angniman, com quem trocou ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Registadas 180 violações da fronteira entre Angola/Namíbia
AngolaPress
Ondjiva - Cento e oito violações da fronteira entre Angola e Republica da Namíbia foram registadas durante o primeiro semestre do ano em curso pelos ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


O Amor





Pensar e Falar Angola

Artigo de Opinião

A Declaração de Benguela sobre as Demolições

por Nelson Pestana (Bonavena) *

Esta semana tiveram lugar três acontecimentos que prenderam particularmente a minha atenção: a Conferência Internacional sobre a vida e obra de Óscar Ribas, a visita do Presidente Zuma e a Declaração de Benguela sobre as Demolições. Em relação a Óscar Ribas falaremos em texto próprio, na próxima semana. Sobre a visita do Presidente da África de Sul deixo apenas algumas considerações para me poder debruçar com mais amplitude sobre a barbárie das demolições que foi, em Benguela, objecto de uma declaração da sociedade civil.

A visita de Zuma (e da importantíssima delegação que o acompanhou) significa antes de mais que as relações entre os dois Estados, para lá da retórica habitual, entram numa nova era. Esta tem como principal característica a transformação das "boas relações políticas entre as duas lideranças" em projectos de desenvolvimento ou, pelo menos, em frutuosas relações (e acções) de negócios. Revoluto o tempo das simples cumplicidades ideológicas, poderíamos dizer que parece que o novo nome da diplomacia é a economia. Mas, esta visita significa também uma mudança de atitude de ambos os lados que aceitam agora uma liderança conjunta da África Austral, o que pressupõe não mais a rivalidade das "duas potências" por essa liderança. O que permite a entrada a corpo inteiro de Angola na região e um incremento nos planos de desenvolvimento regionais. Possibilita também à África de Sul uma entrada na África Central, pela porta de Angola, onde esta afirma já um lugar de potência regional. É claro que isto significa que os interesses económicos dos grupos de poder, num e noutro país, são agora coincidentes, o que não acontecia antes.

Quanto a "Declaração de Benguela sobre as Demolições" ela é, antes de mais, um sinal de que a sociedade civil angolana quer ter voz própria na senda do desenvolvimento nacional e não quer ser cúmplice da voracidade dos grupos de poder pela especulação imobiliária, denunciando o facto de trinta mil famílias terem sido desalojadas (entre 2001 e 2007) e da ira do camartelo ter demolido três mil casas, o mês passado, no Kilamba Kiaxi, em poucos dias e aos nossos olhos.

Esta declaração é pois uma tomada de posição dos seus subscritores em relação a "recrudescência de desalojamentos forçados já havidos ou anunciados que constituem uma violação dos direitos dos cidadãos a uma vida digna". É também um veemente protesto contra os desalojamentos perpetrados e a exigência do respeito, pelas instituições do Estado, dos direitos dos cidadãos, nomeadamente à uma habitação condigna, possível no quadro de uma política habitacional participativa, abrangente e que apoie os mais desprovidos de recursos.

A política do camartelo é justificada, pelo discurso oficial, pela necessidade da reconstrução nacional, traduzida em requalificação de espaços, expropriação por utilidade pública, realização do CAN ou implementação de investimentos públicos ou privados. É verdade que cabe ao Governo, nos termos da Constituição, artigo 9º, orientar o desenvolvimento da economia nacional mas tem que o fazer, por força desse articulado, de forma a garantir (1) o crescimento harmonioso das regiões do país, (2) a racional e eficaz utilização dos recursos e capacidades produtivas (do país) e (3) a elevação do bem-estar e da qualidade de vida dos cidadãos". Isto quer dizer que o desenvolvimento não pode ser senão um desenvolvimento integrado, feito com os cidadãos, sob pena de ser inconstitucional, ilegal e um verdadeiro acto de violência.

A expropriação não pode ser utilizada como um acto arbitrário do Estado. Embora sendo um acto discricionário tem que estar fundada numa razão de interesse público. E, por isto, a expropriação não ser um meio que faça do Estado um instrumento para privilegiar um grupo de cidadãos, em desfavor de outros. As demolições das casas dos moradores dos bairros populares que vão acontecendo ou virão a acontecer por todo o país não podem servir para proporcionar terrenos baratos à especulação imobiliária de qualquer grupo de poder.

Pelo seu teor se percebe que para a "Declaração de Benguela sobre as Demolições" não é o desenvolvimento que é objecto de inquietação mas a forma como são encarados os "futuros grandes investimentos no país, seja para a produção de biocombustíveis, em Malanje, alumínio, em Benguela, prata, no Kwanza-norte, cobre, no Uíge ou urânio, no sul do país". Se estes investimentos estimulam o crescimento económico e proporcionam a criação tão necessária de empregos, perante uma política despreocupada do Governo de protecção das populações locais, vai seguramente haver um aumento dos confiscos de terras e de desalojados, "sem alternativas nem compensações".

Os subscritores da "Declaração de Benguela sobre as Demolições" têm pois razão de "pensar que esta onda de desalojamentos forçados pode aumentar e violar os direitos de muitas outras famílias" e, por isto, tomam posição "contra o recurso sistemático a desalojamentos forçados, demolições de casas e expropriação de terras". E apelam também a criação de "comissões, em cada município, com ampla participação da sociedade civil e representantes de cada bairro e comunidade" que se pronunciaria sobre "os planos de construção, desalojamento e realojamento na área". Incentivando assim o Governo a colocar "o direito a uma habitação adequada" no centro "da sua política, programas e orçamentos habitacionais, urbanísticos e de utilização do espaço".

Boca 1: Os subscritores da "Declaração de Benguela sobre as Demolições" têm pois razão de "pensar que esta onda de desalojamentos forçados pode aumentar e violar os direitos de muitas outras famílias" e, por isto, tomam posição "contra o recurso sistemático a desalojamentos forçados, demolições de casas e expropriação de terras".

BOCA 2: "A sociedade civil angolana quer ter voz própria na senda do desenvolvimento nacional e não quer ser cúmplice da voracidade dos grupos de poder pela especulação imobiliária, denunciando o facto de 30 000 famílias terem sido desalojadas (entre 2001 e 2007) e da ira do camartelo ter demolido 3 000 casas, o mês passado, no Kilamba Kiaxi, em poucos dias e aos nossos olhos"

*Cientista político

Publicado inicialmente in jornal AGORA.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Notícias no Google sobre Angola

Angola vai participar no exercício da SADC em 2010
AngolaPress
Luanda – O Governo aprovou hoje (quarta-feira) a participação de Angola no exercício da SADC "Golfinho", em 2010, ea criação do sistema nacional de ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola obtém segundo triunfo no torneio internacional
AngolaPress
A historia do jogo entre angolanos e argentinos, tendo em conta o resultado expressivo de 6-3, em primeira instância, deixa crer que tudo se resumiu em ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Deputados angolanos defendem maior engajamento para acabar com pobreza
AngolaPress
Maputo - A deputada Ana Maria de Oliveira defendeu esta quarta-feira, na cidade de Maputo, Moçambique, que a redução da pobreza em Angola exige um esforço ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Xuxa escolhe atriz angolana para participar de seu novo filme
O Fuxico
O grande sucesso eo púbico fiel que Xuxa tem em Angola fizeram com que a eterna Rainha dos Baixinhos trouxesse uma atriz angolana para participar de seu ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Luena acolhe Assembleia-Geral da Convenção Baptista de Angola
AngolaPress
Luena - A cidade do Luena, província do Moxico, vai acolher a 56ª Assembleia-Geral da Igreja Convenção Baptista de Angola (CBA), a realizar-se de 26 a 30 ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
AutoSport
Williams e Angola com ligação cada vez mais forte
AutoSport
As ligações de Ricardo Teixeira e de Angola com a Williams são cada vez mais fortes, como se viu em Valência. O piloto da Trident foi apresentado como ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Gripe A: Primeiros casos em Angola
Correio da Manhã
Angola registou os primeiros casos de gripe A (H1N1) a dois cidadãos brasileiros recém chegados ao país ea dois angolanos que viajaram recentemente para a ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Governante alemão elogia trabalho de pintor angolano
AngolaPress
estética das sete pinturas do artista plástico angolano Hildebrando de Melo "HM", expostas numa das casas históricas da cidade de Bamberg, Bavaria, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
LUSA
Primeiros casos de gripe A H1N1 em Angola
LUSA
Luanda, 26 Ago (Lusa) - Angola registou os primeiros casos de gripe A, dois cidadãos brasileiros recém chegados ao país e dois angolanos, que viajaram ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola com dupla tarefa no segundo dia da taça 'Zé Du'
AngolaPress
Luanda - A selecção de Angola terá hoje dupla jornada no torneio internacional de hóquei em patins Zé Dú, defrontando, às 12:00, o Andes Talleres da ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


TOIA NEUPARTH - para apreciar um a um

Maria Antónia Neuparth Vieira Alexandre
LUBANGO
Pensar e Falar Angola

Hoquei - Torneio Internacional de Angola

A equipa do Benfica empatou esta quarta-feira com a Juventude de Viana no segundo jogo realizado no Torneio Internacional de Angola. Os "encarnados" empataram a dois golos num jogo em que alinharam de início com Ricardo Silva, Pedro Afonso, Tiago Rafael, Caio e Diogo Rafael.

Diogo Rafael foi o autor dos dois golos benfiquistas num jogo que estava empatado a um golo ao intervalo. O Benfica defronta a selecção de Angola ao final da tarde de quarta-feira.

Pensar e Falar Angola

KIMPA VITA - ELINGA - Teatro


Este é o link da Kimpa Vita no MITO - Mostra Internacional de Teatro de Oeiras http://www.mito-oeiras.com/espetaculosInfo_15.html
Os espectáculos são a 10 e 11 de Setembro, 5ª e 6ª feira, pelas 21:30h, no Auditório Municipal Eunice Muñoz, em Oeiras.
A entrada é livre mas limitada à lotação da sala. Os bilhetes devem ser levantados entre as 16h e as 21h do próprio dia, no local do espectáculo.
Reservas pelo telefone 918 859 828 ou pelo mail reservas@mito-oeiras.com
Mais informações em: www.mito-oeiras.com

Kimpa Vita
a profetisa ardente

Elinga-Teatro


Kimpa Vita – a profetisa ardente aborda a vida de uma a jovem aristocrata do Reino do Congo, nascida em 1684 de família nobre e baptizada posteriormente Dona Beatriz. Fundadora de um movimento messiânico que ficou conhecido como o 'antonianismo'. A sua pregação possuía uma forte conotação política, pois preconizava o fim da escravatura, a reunificação do Reino do Congo e o retorno da sua capital para Mbanza Kongo, actual São Salvador.

Africanizando a religião católica, Kimpa Vita dizia reencarnar como Santo António e afirmava que Cristo nascera em São Salvador, que a Virgem Santíssima era negra e filha de uma escrava.

Kimpa Vita despertou a ira dos missionários capuchinhos e das facções nobres adversárias do 'antonianismo' e que lutavam pelo poder real. O próprio rei congolês, D. Pedro IV, de início cauteloso e hesitante em reprimir o movimento, terminou por ceder às pressões dos capuchinhos italianos, ordenando a prisão da profetisa.

Kimpa Vita foi condenada pelo Rei do Congo a morrer na fogueira como rebelde e herege do catolicismo. A sentença foi executada em 2 de Julho de 1706.



Ficha Artística e Técnica

Texto, cenografia e direcção – José Mena Abrantes

Assistente de direcção e Figurinos – Anacleta Pereira 'Nani'

Elenco – Anabela Vandiane, Anacleta Pereira 'Nani', Ana Maria Silva, Amor de Fátima 'Luzolo', Correia Adão, Noé Jeremias, Ferdinando Montevecchi, Raul Rosário, Flávio Ferrão, Mel Gamboa

Desenho de luzes – Ferdinando Montevecchi

Música original – Daniel de Oliveira e Anabela Vandiane

Execução musical – Daniel de Oliveira (viola) e Raul Rosário (percussão)

Contra-regra – Adalberto Ferreira 'Toyboy'

Produtora Executiva – Cláudia Nobre

Produção – Elinga-Teatro 2007/2009


terça-feira, 25 de agosto de 2009

Notícias no Google sobre Angola

Angola-Telecom inaugura sistema VSAT/rural no leste do país
África 21 Digital
Lumbala-Nguimbo – A população do município dos Bundas, província do Moxico, no leste de Angola, conta a partir de segunda-feira (24) com uma rede de ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola investe US$ 220 mi na produção de açúcar
Protefer
A Agência Nacional de Investimentos Privados ea Companhia de Bioenergia de Angola acabam de formalizar contrato para a produção de açúcar e energia elétrica ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola pode atingir cinco mil megawatts de energia até 2016
AngolaPress
A elaboração do projecto do sistema eléctrico de Angola teve duração de um ano e seis meses, tendo sido elaborado pela Odebrech, sob orientação do ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Governador do Mato Grosso visita Angola e África do Sul
África 21 Digital
Liderada pelo governador Blairo Maggi, uma comitiva de 35 pessoas visita Angola e África do Sul, para contatos comerciais e busca de subsídios para a Copa ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola no combate aos diamantes de sangue
TSF Online
Angola expulsou, nos últimos meses, 30 mil garimpeiros ilegais. As autoridades de Luanda afirmam que correspondem, desse modo, ao esforço combinado de ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Governador embarca nesta terça-feira para Angola
O Documento
O Governador Blairo Maggi embarca nesta terça-feira (25.08), logo mais às 12 horas, para Angola onde realiza sua primeira visita internacional oficial deste ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola expulsou 30 mil garimpeiros ilegais em quatro meses
LUSA
Luanda, 25 Ago (Lusa) - Angola expulsou mais de 30 mil garimpeiros ilegais nos últimos quatro meses numa operação conduzida pela Polícia Nacional(PN), ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Professores cubanos enaltecem relações entre Angola eo seu país
AngolaPress
Kuito - Os professores cubanos na província do Bié enalteceram hoje, na cidade do Kuito, o intercâmbio de cooperação existente entre os governos de Angola e ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
SIC perde chefe de redacção para Televisão Pública de Angola
Diário de Notícias - Lisboa
A SIC vai perder o seu chefe de redacção, Frederico Roque de Pinho, para a Televisão Pública de Angola (TPA). O jornalista será consultor da administração ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
LUSA
Surto de diarreia faz 20 mortos em Angola
LUSA
Luanda, 24 Ago (Lusa) - Um surto de diarreia já provocou mais de 20 mortes desde Julho na província do Namibe, sul de Angola, disse hoje à Agência Lusa, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


Literatura afro-brasileira: um projeto contemporâneo


Por Fabiana Carneiro

O trânsito Brasil/África, em termos literários, foi intenso, e não são poucos os trabalhos que tratam da influência que a literatura brasileira exerceu na produção literária africana. A mesma dinâmica deve ser pensada, no entanto, em sentido inverso. É notório o desconhecimento que temos do continente africano, e o fato da assimilação do negro e da cultura afro-brasileira, no Brasil, restringir-se a alguns de seus aspectos simbólicos – mesmo essa presença, quando considerada, limita-se ao emocional, ao artesanal, ao lúdico e raramente vincula-se à ciência, à tecnologia, por exemplo. Também não é novidade a constatação de que no processo modernizador brasileiro, conservador e excludente, a população negra foi uma das mais atingidas, o que resultou em sua marginalização econômica-social, bem como na coadunação entre preconceito racial e social.

De algum modo nossa literatura participou deste processo de exclusão. Observamos que o cânone que a define – e que, em correspondência com o momento histórico no qual foi criado, responde a um projeto de constituição nacional-, é composto fundamentalmente por escritores brancos, do sexo masculino cujas obras esteticamente apresentam em sua discursividade um conjunto de valores morais e ideológicos vinculados à perspectiva etnocêntrica do branco, e muitas vezes do branco racista; isto é, uma perspectiva ligada aos modelos europeus e que apreende estes como únicas vias de expressão. Isso não significa que o negro tenha deixado de estar presente nesta tradição canonizada, porém, aparece na maioria das vezes como personagem coadjuvante, sob uma visão preconceituosa, associada a estereótipos, estigmatizado ou destituído de humanidade (em formas animalizadas ou objetificadas).

Neste contexto, me parece de grande relevância o surgimento, a partir da década de 70, no Brasil, de vários grupos, os quais, por meio da literatura, reivindicam espaço e potencialidade de ação e questionam aquele discurso, que, sob a aparência de homogeneidade e coesão, anula ou ignora as diferenças, as alteridades e as fissuras. A constituição de novas categorias literárias – literatura feminista, literatura gay, literatura afro-descendente – coloca em xeque os critérios de valoração constituinte dos cânones, delimitando limites à pretensão totalizadora do discurso moderno. No que se refere à literatura afro-brasileira, podemos destacar o trabalho de Eduardo de Assis Duarte, crítico e principal pesquisador responsável pelo desenvolvimento do projeto Literafro (vale a pena dar uma olhada no site do projeto :www.letras.ufmg.br/literafro/frame.htm), que, entre outras coisas, como parte do esforço de legitimação e construção do conceito de literatura afro-brasileira, realiza um levantamento de autores e obras que se inseririam nesta categoria e cuja existência não consta em nossa historiografia literária. Autores como Domingos Caldas Barbosa (do século XVIII), Maria Firmina dos Reis (do século XIX), Luiz Gama, Solano Trindade, Aloísio Resende, Oswaldo de Camargo, Domício Proença Filho, Maria Carolina de Jesus, Márcio Barbosa, Oliverio Silveira (e tantos outros escritores, estes do século XX), estão sendo estudados e elencados no site.

De acordo com Duarte, a literatura afro-brasileira estabelece com a já conhecida literatura brasileira uma relação de suplementariedade, no sentido derridiano. Ou seja, ela é uma das faces da literatura brasileira que, por sua vez, passa a ser vista como uma unidade constituída de diversidades. Ela “está dentro da literatura brasileira, porque se utiliza da mesma língua e, praticamente, das mesmas formas, gêneros, processos e procedimentos de expressão”, mas está fora à medida que apresenta um projeto cujos desdobramentos intra e extra-textuais questionam e divergem, como mencionamos anteriormente, dos postulados identificados com a literatura nacional. Esse projeto, afro-brasileiro, não propõe ou ratifica uma diferença essencial entre negros e brancos, e sim enfatiza que a distinção entre eles foi historicamente gerada e conformada e merece reparos. A literatura afro-brasileira é constituída por obras que apresentam em conjunto e interação os seguintes fatores: temática, autoria, ponto de vista, linguagem e público, todos relacionados à tarefa de resgate da memória cultural africana que, por sua vez, vise à construção de uma nova ordem simbólica, de uma identidade afro-brasileira pressuposta na reversão de valores e contratos de fala e escrita ditados pelo “mundo branco”.

As formas de representação afro-brasileiras encontrarão suporte e serão difundidas por meio de alguns veículos como os “Cadernos Negros”, criados em 1978 por iniciativa de Cuti (Luiz Silva) e Hugo Ferreira, num momento de agitação cultural e organização do movimento negro em São Paulo, e os diversos blogs e sites de escritores. Além disso, observamos a disseminação de debates, oficinas de leitura e escrita literária e de saraus, nas regiões periféricas do país, em especial na cidade de São Paulo, da qual podemos destacar o sarau da Cooperifa, criado por Ségio Vaz e Marcos Pezão.

Nas palavras de Sérgio Vaz, que enfatizam o caráter militante desse movimento, a Cooperifa mistura a “literatura, o teatro, a música a dança, a palavra consciente, a fotografia, o cinema, o rap, os pretos, os brancos, cara-pálidas e peles vermelhas para comungar a paz tão necessária para a construção do mundo melhor”. Os escritores vinculados à Cooperifa cunharam para sua produção literária, em que podemos identificar os elementos da literatura afro-brasileira, a classificação “literatura periférica”. As obras agrupadas em torno desse nome são aquelas realizadas por autores que estão à margem da produção e do consumo de bens culturais e econômicos (indivíduos que vivem em situação de marginalidade social, editorial e jurídica e resolvem colocar-se no lugar de sujeitos no processo de produção simbólica).

É notória a porcentagem de escritores negros pertencentes à literatura periférica, bem como de sujeitos de enunciação que, independente de seus traços fenotípicos, assumem-se enquanto negros. Também é de extrema significância as raízes africanas sobre as quais se ancoram o rap, o freestyle, a street dance (breaking) e outras manifestações culturais e artísticas que estão em constante diálogo com estas produções literárias, cuja discursividade, como afirma Duarte, é marcada por ritmos, entonações, opções vocabulares e semânticas e um trabalho de ressignificação próprios.

Muitas de caráter autobiográfico ou testemunhal, nessas obras as referências literárias canônicas adquirem um outro peso, já que é conferida grande importância ao trabalho dos outros escritores periféricos. A motivação política é latente e explícita – mesmo quando não consta enquanto temática, pois como disse o poeta Renato Palmares, em debate promovido pela FLAP, “quando escrevo sobre o amor estou sendo radicalmente político, pois nasci para ser mão de obra barata e não para escrever, nem para amar”. Tal motivação desdobra-se, em determinados casos, num caráter pedagógico e performativo das obras e dos escritores, os quais, tendo como público-leitor desejado as populações das periferias urbanas brasileiras, colocam-se como porta-vozes estético e ideológico desta população e ao mesmo tempo procuram ampliar a capacidade crítica desse público.

Érica Nascimento define esse movimento como “literário-cultural”. Em sua tese de mestrado ela afirma que os escritores periféricos estão num processo de consolidação do movimento, que teria sido desencadeado pelo hip hop e teria como pressuposto a asserção de que, como afirma Ferréz, “Não precisamos de cultura na periferia, precisamos de cultura da periferia”[1]. A relação destes gestos com as problemáticas do atual momento histórico, entendido por alguns como pós-modernidade ou capitalismo tardio, deve ser pensada criticamente. De qualquer maneira, a uma tentativa de análise das obras literárias afro-brasileiras solicita a inclusão de aspectos extra-literários e a revisão dos critérios de valoração estética utilizados pela teoria literária; é deste trabalho que se encarrega o núcleo Literafro. Já não podemos fechar os olhos ao fato de que parte da literatura contemporânea apresenta-se como espaço possível de luta contra a discriminação racial e fomentadora de uma subjetividade afro-brasileira que não tem vergonha ou medo de assumir-se enquanto tal.

[1] NASCIMENTO, Érica Peçanha. Literatura Marginal: os escritores da periferia entram em cena. São Paulo: FFLCH/USP,2006, p. 77.

Fabiana Carneiro é mestranda em Teoria Literária pela Universidade de São Paulo.

Pensar e Falar Angola

Nuvem

Angola na Imprensa (1772) música (399) jornais (325) Ágora (247) livros (232) F.Pereira (221) Historia de Angola (221) pintura (210) opinião (206) cultura (190) Luanda (116) desporto (114) fotografia (105) Território (74) literatura (73) africa (64) vídeo (64) culinária (60) Angola (55) Saúde (55) arte (55) escritores (55) reconstrução (54) Fauna (52) arquitectura (52) humor (51) personalidades (50) reciclagem (50) partidos políticos (49) turismo (49) Namibe (48) CAN2010 (47) futebol (46) energia (44) Luis Sá Silva (43) publicidade (43) Filatelia (42) Gastronomia Angola (42) Poesia (42) Cinema (41) economia (41) automobilismo (40) fotos (40) LAC (39) gastronomia angolana (37) sociologia (37) musica (36) Luanda Antena Comercial (35) POLITICA (34) valdemaribeiro (34) eleições (33) ensaios (32) Construção (31) visitando blogues (29) 95.5 (28) Elinga Teatro (28) informação (27) Girabola (26) eleições 2012 (26) Podcast (25) dança (25) Lubango (24) automóveis (24) blogs (24) teatro (24) Companhia de Dança Contemporânea de Angola (23) imprensa (23) política (23) basquetebol (22) bonecas (22) futebol angolano (22) rádio (22) CDC (21) cronicas . ensaios (21) sabores (21) Angola em fotos (20) Natal (20) Ondjaki (20) educação (19) notícias (19) eventos (18) frutas (18) Huambo (17) artesanato (17) cronicas (17) Benguela (16) GP3 (16) debate político (16) festas (16) Cozinha Angolana (15) Independência (15) Lobito (15) Parques Naturais (15) Presidente José Eduardo dos Santos (15) Sala de Música (15) curiosidades (15) receitas (15) Agostinho Neto (14) CASA-CE (14) EDUCAÇAO (14) entrevista (14) fotos antigas (14) Bloco Democrático (13) Companhaia de Dança (13) Rui Ramos (13) animais de Angola (13) 4 de Fevereiro (12) Angola descrita (12) Angola-Brasil (12) F.Quelhas (12) José Mena Abrantes (12) Solidariedade (12) comércio (12) memória (12) texto de leitor (12) viagens (12) áudio (12) Afrikya (11) Cabinda (11) Huila (11) José Rodrigues (11) Rádios Angolanas (11) agenda cultural (11) ambiente (11) ciência (11) escravatura (11) flora (11) kuduro (11) pessoas (11) 27 de Maio (10) Comentário (10) Jazz (10) Paulo Flores (10) Ruy Duarte de Carvalho (10) afrobasket (10) aniversário (10) escultura (10) estórias (10) exposição (10) futuro (10) geografia (10) malária (10) população (10) postais (10) povos (10) prémios (10) taag (10) unita (10) Huíla (9) Mateus Gonçalves (9) Palancas Negras (9) cplp (9) paludismo (9) pobreza (9) CAN2008 (8) Café da Manhã (8) Carnaval (8) Jorge António (8) Marcolino Moco (8) Pepetela (8) SOCIOLOGIA POLÍTICA (8) Sérgio Conceição (8) baía de Luanda (8) comboio (8) feriados (8) gentes (8) património (8) selecção de Angola (8) transporte (8) viagens no tempo (8) Festas do Mar (7) João Melo (7) Luandino Vieira (7) Malange (7) O País (7) Rui Mingas (7) SIDA (7) efemérides (7) ensino (7) falecimento (7) festival de teatro (7) heróis (7) percussão (7) Abel Chivukuvuku (6) Bom Dia - Bom dia (6) CAN2012 (6) Casa de Angola (6) Hóquei (6) Luisa Fançony (6) MPLA (6) ajuda (6) andebol (6) campanha eleitoral (6) chuva (6) colecção cartazes (6) filme (6) moda (6) sociedade (6) 25 de Abril (5) 4ª Conferência sobre Mulher e Desporto (5) Cartoon (5) Chá de Caxinde (5) Eleições em Notícia (5) FILDA (5) Luena (5) Mário Pinto de Andrade (5) Nelson Mandela (5) antiguidades (5) caminhos de ferro (5) contos (5) convite (5) crianças (5) cultos (5) desenho (5) dia de África (5) diversão (5) documentos (5) estradas (5) liberdade (5) lusofonia (5) moeda (5) o nosso Povo (5) petróleo (5) televisão (5) valdemar ribeiro (5) A Escola da Música (4) A Guerra (4) ADRA (4) Adams Kiluanji Smiths (4) Ana Clara Guerra Marques (4) André Mingas (4) Brasil (4) CFB (4) Capas de singles angolanos (4) Comemorações da Independência de Angola (4) Constituição (4) Diplomáticos (4) Duo Ouro Negro (4) Elias Dya Kimwezo (4) Expo 2010 (4) Fundação Sindika Dokolo (4) IIº Festival Internacional de Teatro e Artes (4) Jornal de Angola (4) Mulheres de Angola (4) N'gola Ritmos (4) Okutiuka (4) Ouvir Angola (4) Paulo Jorge (4) Pensar e Falar Angola (4) Raul do Rosário (4) Saurimo (4) Sónia Ferreira (4) Trincheira Firme (4) agricultura (4) arquitectura popular (4) colares (4) corrupção (4) desportos (4) ecologia (4) etnografia (4) hoquei em Patins (4) internet (4) media (4) medicina (4) trabalho (4) tradição (4) urbanismo (4) África (4) Ana Paula Tavares (3) António Jacinto (3) Baía dos Tigres (3) Caminhos de Ferro de Moçâmedes (3) Catumbela (3) Cuito Cuanavale (3) Denudado (3) Dia Mundial da Dança (3) Dia da Mulher (3) Dia do Herói Nacional (3) Ernesto Lara Filho (3) Filipe Mukenga (3) Homenagem (3) INFRAESTRUTURAS (3) Interclube (3) Investimentos (3) Jogos Olímpicos (3) Jorge Kalukembe (3) José Eduardo Agualusa (3) Justino Pinto de Andrade (3) Kudijimbe (3) Lino Damião (3) Manifesto (3) Manuel Victória Pereira (3) Mosquito (3) Mundial de Hóquei (3) Mário Tendinha (3) Patrício Batsîkama (3) Paulo Araujo (3) Pedroto (3) Prémio Maboque (3) Pérolas (3) Ricardo Teixeira (3) Rock Angolano (3) Teta Lando (3) Universidade (3) Yuri da Cunha (3) adivinhas (3) autores (3) candomblé (3) cidadania (3) coleccionismo (3) comunicação (3) conhecimento (3) conselhos (3) curso (3) david oliveira (3) democracia (3) deputados (3) desastre (3) desenvolvimento (3) design textil (3) dia da Independência (3) e-mail (3) elinga (3) empreendorismo (3) empresa (3) engenharia (3) estatística (3) estudantes (3) exportação (3) formação (3) globalização (3) governo (3) história natural (3) ideias (3) imobiliário (3) indústria (3) jornalismo (3) kuanza-Sul (3) legislação (3) lingua portuguesa (3) linguas (3) livro (3) mel gambôa (3) negritude (3) poesia lusófona (3) polícia (3) rios (3) ||| Trienal de Luanda (3) 11 de Novembro (2) 1º de Maio (2) 3º ano (2) A Matéria do Tempo (2) Agostinho André Mendes de Carvalho (2) Agualusa (2) Andulo (2) Angola no Afrobasket2013 (2) António Ole (2) Arlindo Barbeitos (2) Assembleia Nacional (2) BD (2) Beatriz Salucombo (2) Belita Palma (2) Bonga (2) Bonga Kwenda (2) CHAN (2) CUBE RECORDS (2) Café Negro (2) Cambambe (2) Campeonato do Mundo de Hóquei (2) Cangandala (2) Caála (2) Comissão Nacional Eleitoral (2) Correia Adão (2) Cuca (2) DTA (2) Divagações (2) Dog (2) Dog Murras (2) Don Sebas (2) Elinga Bar (2) Encontro (2) Estudos Angolanos (2) Estúdio de Actores (2) FAO (2) FBaião (2) FIC (2) FLEC (2) Festival Internacional de Jazz (2) Festival Internacional de Rock do Huambo (2) Festival de Cinema (2) Filipe Zau (2) Formula 3 (2) Fortaleza de Luanda (2) Fotografias (2) Fotografias de Angola (2) Francisco Vidal (2) Gustavo Costa (2) Helena Justino (2) Helena Magalhães (2) Hospital Pediátrico David Bernardino (2) Isabel dos Santos (2) Januário Jano (2) João Arrmando (2) João Baptista Vieira Lopes (2) Kilamba (2) Kuanza (2) Kwanza Norte (2) Leba (2) Lev'Arte (2) Luís Damião (2) Lúcio Lara (2) Mampuya (2) Mangovo (2) Manifestações (2) Manuel Rui (2) Manuel Ruy Monteiro (2) Margarida Paredes (2) Mbanza Congo (2) Mia Couto (2) Micaela Reis (2) MinhaAngola (2) Monza (2) Mucuio (2) Museu de História Natural (2) Nara (2) Nelo Teixeira (2) Neves e Sousa (2) O Blog Realmente Aberto (2) Online (2) Palácio de Ferro (2) Papa Bento XVI (2) Paulo Jazz (2) Paulo de Carvalho (2) Pedras Negras (2) Prémio Nacional da Cultura (2) Reacreativo do Libolo (2) Recordações (2) Reginaldo Silva (2) René Pélissier (2) Roderick Nehone (2) Rosa Coutinho (2) Rádio Ecclesia (2) SIEXPO (2) Sabby (2) Salvador Correia (2) Samakuva (2) Sambizanga (2) Savimbi (2) Sonangol (2) Sumbe (2) TPA Internacional (2) Tchokwé (2) Terra (2) Tio Liceu (2) Togo (2) Tonspi (2) Uíge (2) Valdemar Bastos (2) Viriato da Cruz (2) Visita de Estado (2) Viteix (2) Yaru Cândido (2) advogados (2) alimentação (2) angolanidade (2) antropologia (2) artes plásticas (2) aviação (2) bebidas (2) biodiversidade (2) ciclismo (2) cidades (2) colóquios (2) contestação (2) direitos e deveres (2) divulgação (2) educ'arte (2) escola (2) espectaculo (2) feira (2) fim de ano (2) fome (2) governação (2) herois (2) hino (2) instrumentos (2) kimalanga (2) kizomba (2) legislativas (2) leis (2) marginal (2) negócios (2) pensamentos (2) pesca (2) provérbio (2) racismo (2) religião (2) reportagem (2) resultados eleitorais (2) revistas (2) toponimia (2) transporte aéreo (2) trânsito (2) vias de comunicação (2) vistos (2) Álvaro Macieira (2) óbitos (2)  Zé Pestana Namibe Angola em fotos (1) "O Ocaso dos Pirilampos". (1) 04 de Abril (1) 1 de Maio (1) 15 de Março (1) 1º de Agosto (1) 2006 (1) 2008 (1) 2011 (1) 2012 (1) 2014 (1) 95 (1) A Poesia Angolana noa Caminho Doloroso da História (1) A Orfã do Rei (1) A Safra (1) ANGOLATELECOM (1) Acordos Luso-Angolanos (1) Acordos de Paz de Bicesse (1) Actores (1) Acácio Barradas (1) Adolfo Maria (1) Adriano B. de Vasconcelos (1) Adriano Botelho de Vasconcelos (1) Adriano Mixinge (1) Adriano Sebastião (1) Aeroporto Internacional de Luanda (1) Afrologia (1) Alda Lara (1) Alda do Espírito Santo (1) Alfabetização (1) Aline Frazão (1) Allende (1) Ana Dias Lourenço (1) Ana Paula dos Santos (1) Angola 74 (1) Angola Avante (1) Angola Rural (1) Angola e NBA (1) Angolares (1) Animação (1) António Kassoma (1) António Magina (1) António dos Santos (1) Anália de Victória Pereira (1) Apartheid (1) Apostolado (1) Artur Nunes (1) Assassinato (1) Associação 25 de Abril (1) Associação Kalu (1) Autódromo (1) Bahia (1) Baixa de Cassange (1) Banda (1) Banda Desenhada (1) Banda Maravilha (1) Before Crush (1) Benfica (1) Bienal (1) Bilhete de Identidade (1) Bimbe (1) Bié (1) Black Soul (1) Boas Fertas (1) Bruno M (1) COI (1) COSISA (1) CPJ (1) CRONICAS ENSAIOS (1) Cabo Ledo (1) Caleidoscópio (1) Calos Alberto Mac-Mahon de Vitoria Pereira (1) Cangola (1) Caotinha (1) Carlos Alberto Mac-Mahon de Vitoria Pereira (1) Carlos Ferreira (1) Carlos Ferreirinha (1) Carlos Morais (1) Carteira do Artista (1) Casa 70 (1) Casa do Gaiato (1) Casa do Gaiato de Benguela (1) Cavaqueira no Poste (1) Cesaire (1) Cesária Évora (1) Chia KMK (1) Chibia (1) Chiwale (1) Cinema Atlântico (1) Comité Olímpico (1) Companhia de Teatro Dadaísmo (1) Companhia de Teatro Gente (1) Concurso literário (1) Congresso (1) Cooperação Luso Angolana (1) Corte-Real Pereira (1) Costa Andrade (1) Cuba (1) Cubal (1) Cunene (1) Cónego Manuel das Neves (1) DNIC (1) Dalila Cabrita (1) David Zé (1) Death Metal Angola (1) Demósthenes (1) Dharmasena Pathiraja (1) Dharmasena Pathirajad (1) Dia da Mulher Africana (1) Dia de Camões (1) Dia internacional da Criança (1) Direitos Humanos (1) Direitos de autor (1) Discurso do Presidente Agostinho Neto (1) Dondo (1) Doutoramento (1) Drepanocitose (1) Duarte Ferreira (1) EXPO 2012 (1) Edgardo Xavier (1) Edite Soeiro (1) Eduarda Andrino (1) Eiffel (1) Embaixada de Angola em Portugal (1) Embaixador (1) Eng. Fernando Falcão (1) Espaço SIEXPO (1) Estórias de Angola (1) Etel Ferrão (1) Eugénio Costa Almeida (1) ExameAngola (1) Expo 2008 (1) FAA (1) FC Bravos do Maquis (1) FIL (1) FNLA (1) Fernando Baião (1) Fernando Laidley (1) Fernando Pacheco (1) Fernando Tavares Pimenta (1) Festival da Canção (1) Filhos da Pátria (1) Flávio Ferrão (1) Ford (1) Forum Angolanao (1) Força aérea (1) Fragata de Morais (1) Francisco Costa Andrade (1) Frases (1) Frei João Domingos (1) Frutos de Angola (1) Fundo de Solidariedade Lwini (1) Fátima Roque (1) Gabela (1) Gana (1) Gari Sinedima (1) Gastronomia Angolana (1) General Pakas (1) Graciano António Manuel Kalukango (1) Granito (1) Grupo Lareira (1) Grupo Pitabel (1) Grupo de Reflexão da Sociedade Civil de Angola (1) Guiné-Bissau (1) Gustave (1) Gustavo da Conceição (1) Gás (1) H (1) Helder Mendes (1) Henrique Artes (1) Herberto Helder (1) Hinos partidários (1) Holden Roberto (1) INESAAODH (1) INOVAR (1) Icolo e Bengo (1) Imbondeiro (1) Inocência Mata (1) Inscrições (1) Iraldo (1) Irina Vasconcelos (1) Isaura Maria da Conceição Epanda (1) Ismael Mateus (1) J.M.Coetzee (1) Jacinto Lemos (1) Jandira Sassingui (1) Jeremy Xido (1) Jerónimo Belo (1) Joaquim Furtado (1) Jodi Burch (1) Jomo Fortunato (1) Jonh Bela (1) Jordi Galcerán (1) Jorge De Palma (1) José Chaves (1) José Luis Mendonça (1) José Marcos Mavungo (1) José Maria Chaves (1) José Redinha (1) João Jorge Xavier (1) João Kassinda (1) João Soares (1) Kalandula (1) Kalumba (1) Kambumbe Lodje (1) Kandjila (1) Kaparandanda (1) Kate Hama (1) Kifangondo (1) Kiluanji Kia Henda (1) Kinaxixe (1) Kito Kimbenze (1) KuBass (1) Kuduro International Conference (1) Kwanza (1) LODGE (1) Lambarena (1) Leonor Figueiredo (1) Levy César Marcelino (1) Lilly Tchiumba (1) Lito Vidigal (1) Loanda (1) Luanary (1) Luanda Maputo (1) Luciano António (1) Lucira (1) Lugares (1) Luis Fernando (1) Luis Rosa Lopes (1) Lulendo (1) Lunda (1) Luz Veio (1) Luís Fernando (1) M'pty Head (1) MOVICEL (1) Maianga (1) Mano a Mano Produções (1) Manucho (1) Manuel Agostinho Salvador Ribeiro (1) Manuel Ennes Ferreira (1) Mara Dalva (1) Mara Manuela Cristina Ananaz (1) Maria Esperança Pascoal (1) Maria Mambo Café (1) Maria Rita (1) Massalo (1) Matála (1) Mayamba Editora (1) Memória de uma alcoólica (1) Menha Ma Zumbi (1) Menongue (1) Mestre Humberto (1) Miguel Anacoreta Correia (1) Miguel Barros (1) Miguel Zenón Quartet (1) Ministros de Angola (1) Miss Angola 2007 (1) Miss Mundo (1) Miss World (1) Monami (1) Morro Maluco (1) Morro da Luz (1) Morro da Maianga (1) Movimento Estudantil Angolano (1) Movimento X (1) Moçambique (1) Muanamosi Matumona (1) Mucubais (1) Mulher Desporto África 2008 (1) Murras (1) Museu Nacional de História Natural (1) Musongué da Tradição (1) Mutamba (1) Mário Guerra (1) MárioPalma (1) NASCAR (1) NEBLINA (1) Nastio (1) Ngolamirrors (1) Nito Alves (1) Njinga Rainha de Angola (1) Nossangola (1) Nzila (1) Nástio (1) Nástio Mosquito (1) O Moringue (1) O Método de Groholm (1) O Preço do Fato (1) O Rock Lalimwe Eteke Ifa (1) O Submarino Angolano (1) ONG (1) ONU (1) Orfanato (1) Orlando Sérgio (1) Ortopedia (1) Os Lambas (1) Ottoniela Bezerra (1) PENSAMENTO (1) PTNETangola (1) Pangueia Editora (1) Parlamento (1) Pauko Flores . música (1) Paulo Araújo (1) Paulo Capela (1) Paulo Kussy (1) Pedrito do Bié (1) Pedro Pinote (1) Petro (1) Photosynth (1) Processo dos 50 (1) Projecto Perpetuar (1) Prémio José Saramago (1) Quarta-feira (1) Quimbele (1) Quitexe (1) RNA (1) Rafael Marques (1) Raid Cacimbo (1) Raid TT (1) Rainha Ginga (1) Rainha Nzinga (1) Raul David (1) Recreativo da Caála (1) Ricardo Abreu (1) Rio Kuanza (1) Ritmo e Cultura (1) Robert Hudson (1) Roberto Ivens (1) Rocha Pinto (1) Rodrigues Vaz (1) Romi Anauel (1) Ruca Van-Dúnem (1) Rui Almeida (1) Rui Costa (1) Rui Monteiro (1) Rui Tavares (1) Ryszard Kapuscinski (1) Rádio Luanda (1) S.Tomé e Príncipe (1) SISTEC (1) Samba (1) Santocas (1) Sexta-feira (1) Silerstone (1) Silverstone (1) Simão Toco (1) Sita Valles (1) Slide de fotografias (1) Soyo (1) Suzana Inglês (1) Sérgio Guerra (1) Sérgio Mabombo (1) TEDxLuanda (1) Taekwondo (1) Tantã Cultural (1) Tchivinguiro (1) Terra dos Sonhos (1) Toke (1) Tomaz Jorge (1) Toty Semedo (1) Traumatologia (1) Tribunal de Contas (1) Trienal de Luanda (1) Tv (1) TvZimbo (1) Té Macedo (1) Tômbwa (1) UEA (1) UNITEL (1) União de Escritores Angolanos (1) Urbano de Castro (1) VIH/SIDA (1) VUM-VUM KAMUSASADI (1) Victor Gama (1) Vítor Burity da Silva (1) Waldemar Bastos (1) Welwitschia Mirabilis (1) Wilker Flores (1) Xadrez (1) Xá de Caxinde (1) Yonamine Miguel (1) You Failed... Now We Rule!!! A Nossa Vez!!! (1) Zeca Moreno (1) Zé Pestana Namibe Angola em fotos (1) abacate (1) acidentes (1) acordo ortográfico (1) agradecimento (1) alambamento (1) alfandega (1) angolano lá fora (1) antologia poetica (1) anuncio (1) anúncio (1) arbitrariedade (1) baleia (1) bancos (1) bandeira (1) barack obama (1) baía (1) biblioteca (1) bicicleta (1) borboletas (1) brancos (1) cacusso (1) capacitação (1) carta aberta (1) casamento (1) cerâmica (1) cine art angola (1) clima (1) cogumelos (1) combustível (1) comemorações (1) comunidades (1) concertos musicais (1) concurso fotografia (1) contador (1) contrafacção (1) convívio (1) cooperação desportiva (1) crónicas (1) cursos (1) desalojados (1) desarmamento (1) descolonização (1) desgraça (1) design grafico (1) desporto paralímpico (1) dia do pai (1) dimantes (1) dinheiro (1) doclisboa 2012 (1) doença do sono (1) dvd (1) e--books (1) emprego (1) encontro mulheres angolana (1) escr (1) estorieta (1) explicação (1) expressão dramática (1) f (1) facebook (1) famílias (1) feira do Livro (1) feminismo (1) feministas (1) ficção (1) fiscalidade (1) floresta (1) fm (1) fábulas (1) férias (1) gora (1) graffiti (1) hobby (1) humor angolano (1) idolos (1) igreja (1) iniciativa (1) intercâmbio (1) interrupção (1) investigação (1) jindungo (1) jo (1) justiça (1) juventude (1) kalulu (1) kamussekele (1) kassekele (1) kimbos (1) kit surf em Angola (1) leitura (1) lendas (1) luto (1) línguas nacionais (1) militares (1) minas (1) minas de prata (1) miss Universo (1) modernização (1) mosca tsé-tsé (1) motas (1) muamba (1) música. fotos antigas (1) narrativa (1) natação (1) nação negra (1) negros (1) néo-liberalismo (1) o mundo (1) off-road (1) parabens (1) passados. estórias (1) passatempo (1) pecuária (1) pensar (1) perdidos e achados (1) piri-piri (1) poe (1) porto de Luanda (1) povo (1) primeira-dama de Angola (1) prisões (1) prédio Cuca (1) qualificação das pessoas (1) ra (1) raça (1) recuperação (1) refugiados (1) registo eleitoral (1) renovação (1) repatriamento (1) restaurantes (1) san (1) segurança (1) sem etiqueta (1) seminário (1) soberania (1) surf em Angola (1) taxis (1) telecomunicações (1) todo o terreno (1) tragedia (1) tripanossomíase (1) turtulhos (1) twitter (1) técnica (1) um livro. solidariedade (1) valdemar F. Ribeiro (1) vfr (1) vigarices (1) violência (1) voz (1) youTube (1) «ANGOLA: A TERCEIRA ALTERNATIVA» (1) Álvaro Ascenso (1) Álvaro Mateus (1) Óscar Ribas (1) ética (1) ídolos (1)