Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Cogumelos





Pensar e Falar Angola

Notícias no Google sobre Angola

Governo angolano liberaliza sector petrolífero
TVI
O Conselho de Ministros angolano aprovou esta quarta-feira a liberalização do sector da refinação de petróleo, um mercado actualmente explorado ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
A Bola
Angola: Governo abre mercado da refinação de petróleo a privados
A Bola
O Governo angolano aprovou esta quarta-feira a abertura do sector de refinação de petróleo à participação de empresas privadas. Até aqui, a actividade era ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Investimento privado nacional passa o estrangeiro em Angola
Agência Lusa
Luanda, 30 set (Lusa) - O investimento privado nacional em Angola, aprovado até julho, superou o estrangeiro, anunciou o presidente da Agência de ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola adere Parte XI da Convenção sobre Direito do Mar
AngolaPress
Luanda - O Governo aprovou esta quarta-feira a adesão de Angola ao Acordo para a implementação da Parte XI da Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Governo angolano liberaliza sector petrolífero
Agência Financeira
Sonangol explora a única refinaria do paísO Conselho de Ministros angolano aprovou esta quarta-feira a liberalização do sector da refinação de petróleo, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Revista África21 nomeia novo chefe de redacção em Angola
AngolaPress
Entre os órgãos para os quais escreveu citam-se o Jornal de Angola, TPA, Angop (antiga delegação do Rio de Janeiro), Correia da Semana (Luanda), ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Americana faz amistoso conta a seleção de Angola
EPTV
No dia 1º de outubro, a equipe de basquete feminino de Americana faz um amistoso contra a seleção de Angola. A partida acontece às 20h, no Centro Cívico, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angolano João Melo profere palestras em universidades brasileiras
África 21 Digital
"A literatura angolana não seria o que é sem o neo-realismo português eo romance nordestino brasileiro", disse o escritor durante palestra na Universidade ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Portugueses e angolanos equacionam encontro sobre gastronomia
AngolaPress
Ao sugerir a iniciativa, num encontro entre uma delegação angolana e agentes do sector vinícola português, no Museu do Vinho Bairrada, o engenheiro agrónomo ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Escritor angolano narra em livros descriminação vivida em Portugal
AngolaPress
Luanda – O autor angolano Burity da Silva considerou hoje, em Luanda, que muitos cidadãos estrangeiros, particularmente angolanos que habitam em Portugal, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


terça-feira, 29 de setembro de 2009

Amanhã em Portimão

Luandino Vieira na Biblioteca de Portimão

O escritor angolano Luandino Vieira apresenta amanhã, quarta-feira, na Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes a sua última obra editada em Portugal, “O Livro dos Guerrilheiros”.
A sessão está marcada para as 18h30 e nela o autor, que participou no movimento que originou a República Popular de Angola, falará sobre o sentido e as motivações que radicam no fenómeno da guerrilha e dos guerrilheiros no seu país, não formulando respostas, antes recolocando questões que legitimam o mergulho na memória que é feito no livro agora lançado.
Luandino Vieira trabalhou em diversas profissões até ser preso em 1959 devido às suas ideias políticas, sendo depois libertado e posteriormente (1961) de novo preso e condenado a 14 anos de prisão e medidas de segurança.
Transferido para o Campo de Concentração do Tarrafal, onde passou oito anos, foi libertado em 1972, em regime de residência vigiada em Lisboa. É membro fundador da União dos Escritores Angolanos, criada em 1975.


Pensar e Falar Angola

Cogumelos




Pensar e Falar Angola

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Alerta do Google - Angola

Alerta do Google de notícias sobre: Angola

Zero Hora
Mulher Moranguinho fica sem roupas em Angola
Zero Hora
Explico: a morena sem noção viajou pra Angola pra fazer seu trabalho - dançar, não pensem besteira. Só que, segundo o Ego, no retorno ao Brasil as malas ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola apta a receber a prova em Janeiro
O Jogo
Angola está apta a receber em Janeiro de 2010 a Taça das Nações Africanas de futebol, garantiu hoje um responsável da Confederação Africana de futebol (CAF) ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Ego
'Ficamos sem nenhuma roupa', diz Moranguinho, sem malas em Angola
Ego
Mulher Moranguinho ficou só com a roupa do corpo na reta final de sua viagem a Angola. As malas da dançarina e de sua trupe embarcaram para o Brasil, elas, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
China preconiza novos investimentos em Angola
AngolaPress
Luanda – O Governo chinês preconiza implementar em Angola, a partir do próximo ano, novos projectos no domínio agro-pecuário, de modo a permitir menor ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola na final Africana de juvenis
AngolaPress
Luanda - A selecção de andebol juvenil feminina apurou-se hoje para a final da primeira edição do campeonato africano da categoria que decorre em Abidjan a ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Internacionalização: BES prepara 5ª missão empresarial a Angola
Visão
Lisboa, 28 Set (Lusa) - O Banco Espírito Santo (BES) está a preparar uma nova missão empresarial a Angola, incidindo desta vez em empresas de sectores como ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
''Canto à Alfabetização de Angola'' será apresentado em Paris
AngolaPress
A música está já a ser escrita pelo compositor angolano Filipe Zau. A música faz parte da campanha do Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar do MED ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola e Namíbia conjugam esforços no combate à Malária
AngolaPress
Luanda – A vice-ministra da Saúde da Namíbia, Petrina Haingura, chegou hoje, segunda-feira, a Angola, onde durante dois dias, vai analisar com as ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
RG dos angolanos omitirá menção à raça a partir de outubro
Agência Lusa
Luanda, 28 Set (Lusa) – A partir de 1º de outubro, os novos modelos de carteira de identidade dos angolanos não terão mais informações referentes à raça e à ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Legislativas: Imprensa angolana destaca vitória do PS sem maioria ...
Correio do Minho
O Jornal de Angola, único diário generalista angolano, destaca hoje na primeira página a vitória do PS nas eleições legislativas portuguesas, 'sem maioria' ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

Alerta do Google de blogs sobre: Angola

BES de Angola distinguido pela UNESCO - Ponto Digital
de Bits
Segunda-feira, 28 de Setembro de 2009. BES de Angola distinguido pela UNESCO. BES de Angola distinguido pela UNESCO. O Banco Espírito Santo de Angola (BESA) foi distinguido com o prémio Banco do Planeta pelo comité internacional de ...
Ponto Digital - http://pontodigital.blogs.sapo.pt/
Isto não é uma festa indie
de Angola
Alguém tem info disto? Vir cá é que está quieto. www.myspace.com/deadmeadow · Written at 3:29 by Angola. 0 comments. 0 Comments: Postar um comentário · << Home. Links. myspace · loverslollypops[at]gmail[ponto]com · Lovers TV Vimeo ...
Isto não é uma Festa Indie - http://istonaoeumafestaindie.blogspot.com/
Jornalistas angolanos adquirem experiências sobre prova de vinhos ...
de Admin
Leia a notícia completa... |||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||| |||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||||| ||||||| Veja Tambén -
Angola Xyami - Fórum de Informação... - http://forum.angolaxyami.com/
Especialistas da Base Aérea 12 Guiné 65/74: VOO 1194 CAMARADAS EM ...
de Victor Barata
Tomei nota do pedido e prometo que tudo farei para localizar o Manuel Fonseca Martins, apesar de ser um pouco como encontrar "a agulha no palheiro"..., visto que só na área de Luanda, para não dizer em toda a Angola, estão milhares de ...
Especialistas da Base Aérea... - http://especialistasdaba12.blogspot.com/
Isto não é uma festa indie
de Angola
Vídeos por Rui de Almeida Cardoso. Written at 1:53 by Angola. 0 comments. 0 Comments: Postar um comentário · << Home. Links. myspace · loverslollypops[at]gmail[ponto]com · Lovers TV Vimeo · site · Twitter da Lovers. Cenas Históricas ...
Isto não é uma Festa Indie - http://istonaoeumafestaindie.blogspot.com/

25 de Setembro de 1009 - A maior derrota de Portugal em África

Completam-se hoje, 25 de Setembro de 2007, 103 anos sobre a data em que se produziu a maior derrota dos Portugueses na chamada África Negra.

Foi no Sul de Angola, a cerca de 500 quilómetros da costa, quando uma coluna comandada pelo governador da Huíla, João Aguiar (de que fazia parte Gomes da Costa, mais tarde famoso pela revolução portuguesa de 1926), se internou para lá do rio Cunene, através do vau do Pembe, numa campanha de início orientada contra a poderosa tribo dos Cuanhamas.

Os Portugueses, apanhados numa emboscada, caíram às mãos de outra tribo do grupo dos Ambós, os Cuamatos, e deixaram no local centenas de mortos, o que representou, à escala africana, uma trágica surpresa para a Europa colonizadora.

leia o documento retirado de Torres da História

Pensar e Falar Angola

CARTAZES ANGOLA - turismo Huíla

aboladomanuel.blogspot.com




Pensar e Falar Angola

domingo, 27 de setembro de 2009

Alerta do Google - Angola


Jornalistas angolanos participam em programa de intercâmbio em ...
AngolaPress
Washington – Dois jornalistas angolanos integram um grupo de 17 profissionais africanos que participam desde hoje (domingo), em Washington, Estados Unidos ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Presidente da Angola indulta presos
África 21 Digital
Luanda – O processo de indulto e comutação de penas concedido pelo presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, já beneficiou, no país, 1.149 reclusos. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Encontro em Fortaleza reúne cerca de 300 empresas de língua portuguesa
AngolaPress
Segundo o responsavel "As principais empresas que actuam em mais de um país da Comunidade, muitos deles com operações no Brasil, Angola, Moçambique e Cabo ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola: Investigação ao desaparecimento de 104 milhões de euros
Correio da Manhã
... quais o Estado angolano apresentou uma queixa na Procuradoria-Geral da República (PGR) pelo alegado envolvimento no desaparecimento de 104 milhões de euros.
Veja todos os artigos sobre este tópico
Mundial Sub-20: Portugal defronta Angola
Record
Comandado por Jorge Lopes, Portugal estreia-se frente a Angola (às 20 horas), no Grupo B, seguindo-se a Suíça, amanhã, ea Holanda, na terça-feira. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Festival serviu para manter intercâmbio entre os músicos angolanos
AngolaPress
intercâmbio entre os artistas angolanos, mostrando ao público a coexistência entre os diversos ritmos musicais produzidos no país. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

Alerta do Google de blogs sobre: Angola

Africa Basquetebol: ANGOLA : Selecção feminina prepara africano no ...
de afrbk
Angola, que tem como objectivo manter o terceiro lugar conquistado em 2007 no Senegal, faz parte do grupo B, ao lado do Rwanda, Tunísia, Guiné, Mali e o representante da zona III. Eis as atletas: Astrida Vicente, Ernestina Neto, ...
Africa Basquetebol - http://africa-basket.blogspot.com/
Leste de Angola: Jovens adventistas no Moxico incentivados aos estudos
de Jorge Santos - Op.Cripto
Setembro – Os mais de mil quinhentos jovens da Igreja Adventista do 7º Dia, que participam do IV Congresso Nacional da denominação religiosa, foram incentivados, na última sexta-feira, a apostarem nos estudos, para servirem Angola. ...
Leste de Angola - http://lestedeangola.weblog.com.pt/
Angola: os poetas: Jorge Macedo
de kinaxixi
Quadro do Ministério da Cultura e membro da União dos Escritores Angolanos, Macedo foi distinguido, em 2005 com o Prémio Nacional de Cultura e Artes. Deixa-nos, assim, uma figura ímpar da Cultura angolana. ...
Angola: os poetas - http://angolapoetas.blogspot.com/
Rap angolano,Angola, Angolan music, Angolan rap, Angolan hiphop ...
de Melo.k (hem4tozin4h)
hiphop em angola, rap de angola, musica, downloads, underground hiphop, rap angolano, letras, freestyle, entrevistas, notícias, vídeos de rap, fotos hiphop, cultura angolana, história.
hiphop angolano;Rap de Angola;Hiphop... - http://geralhiphop.blogspot.com/
Em Angola - Vozes de Burros
de São Domingos
Em Angola. aguardam-se calmamente os primeiros resultados... ...antes de poderem ir disparar as kalashnikovs para a rua. tags: angola, emissão especial, legislativas09. espetacularmente publicado por São Domingos às 19:16 ...
Vozes de Burros - http://vozesdeburros.blogs.sapo.pt/


Notícias no Google sobre Angola

Jornalistas angolanos participam em programa de intercâmbio em ...
AngolaPress
Washington – Dois jornalistas angolanos integram um grupo de 17 profissionais africanos que participam desde hoje (domingo), em Washington, Estados Unidos ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Presidente da Angola indulta presos
África 21 Digital
Luanda – O processo de indulto e comutação de penas concedido pelo presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, já beneficiou, no país, 1.149 reclusos. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Encontro em Fortaleza reúne cerca de 300 empresas de língua portuguesa
AngolaPress
Segundo o responsavel "As principais empresas que actuam em mais de um país da Comunidade, muitos deles com operações no Brasil, Angola, Moçambique e Cabo ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola: Investigação ao desaparecimento de 104 milhões de euros
Correio da Manhã
... quais o Estado angolano apresentou uma queixa na Procuradoria-Geral da República (PGR) pelo alegado envolvimento no desaparecimento de 104 milhões de euros.
Veja todos os artigos sobre este tópico
Mundial Sub-20: Portugal defronta Angola
Record
Comandado por Jorge Lopes, Portugal estreia-se frente a Angola (às 20 horas), no Grupo B, seguindo-se a Suíça, amanhã, ea Holanda, na terça-feira. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Festival serviu para manter intercâmbio entre os músicos angolanos
AngolaPress
intercâmbio entre os artistas angolanos, mostrando ao público a coexistência entre os diversos ritmos musicais produzidos no país. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


FESTISUMBE 2009





No passado fim de semana realizou-se o Festisumbe que contou, como banda estrangeira a KLBNordeste, uma banda brasileira.







Pensar e Falar Angola

Ágora (84) - Drogas, Sexo e Rock and Roll




Comemoraram-se neste início de semana, quarenta anos sobre a realização do festival de Woodstock, acontecimento musical marcante de uma geração que determinou que a partir daquele momento nada deveria passar a ser como antes!
Por obra e graça de um conjunto de cinco “candidatos” a empresários, que publicaram no New York Times e no Wall Street Journal, um anuncio que dizia literalmente isto: "Jovens com capital ilimitado buscam oportunidades de investimento legítimas, interessantes, e propostas de negócios". Montaram um esquema que proporcionasse a venda de bilhetes, em lojas de venda de discos em Nova York e pelo correio, para os três dias de festival.
Inicialmente as contas estavam feitas para 200.000 pessoas, o que já começava a ser demasiado para o pequeno espaço da cidade de [Bethel, onde se realizou o festival, que acabou por ser declarada “zona de calamidade publica”, pois acorreram 500.000 pessoas que derrubaram as cercas, e criaram embaraços enormes para a logística e apoio médico nos dias em que o festival foi decorrendo.
O festival inevitavelmente passou a gratuito, pois foi impossível cobrar o que quer que fosse, e acabou por ser o ponto culminante da contestação à guerra do Vietname, para além de ter constituído o maior marco referencial do movimento hippy, que acabou por marcar a alteração dos costumes dos anos setenta, e que não anteviam que pudessem ter surgido uns anos 80 tão cinzentos e conformistas.
Joan Baez, Arlo Guthrie, filho de Woody Guthrie, Ravi Shankar, Richie Heavens, Santana, Creedence Clearwater Revivel, Janis Joplin, The Who, Jefferson Airplane, Joe Cocker, Crosby, Still § Nash, Neil Young, Jimi Hendrix, Blood Sweet and Tears, foram só alguns das muitas bandas e músicos que desfilaram em 15, 16 e 17 de Agosto de 1969, naquela minúscula cidade que quase entupias as estradas do estado de Nova York, e que terá abanado as bases do conservadorismo cínico em que assentava a sociedade americana dos anos 60, herança de um maccarthysmo e da perseguição torpe a qualquer projecto liberalizante, de tendências vagamente conotadas com alguma esquerda, ainda que ideologicamente difusa.
Nada antevia que da geração de Woodstock viessem a sair alguns dos “jovens turcos” do Reaganismo, período marcadamente conservador, que terá sido uma resposta ao “desvario dos anos 60” como disse em determinado momento um conselheiro de segurança de Reagan, Oliver North, depois implicado numa obscura troca de armas em que envolvia o Irão e as forças que tentavam derrubar os Sandinistas na Nicarágua.
A propósito do falecido ex-presidente Ronald Reagan, lembro uma anedota interessante que era muito contada no epílogo da “Guerra Fria”, talvez actual q.b., tendo em conta a globalização e a circulação desregulada de capitais num capitalismo globalizado, que por acaso já teve outro nome mais em voga noutros tempos ainda não muito recuados: Imperialismo.
Reagan nunca perdeu o cabotinismo que sempre o caracterizou, como actor de filmes de segunda série, e volta e meia pegava no telefone vermelho e ligava a Brejnev, então todo-poderoso de uma União Soviética, que tentava afinar estrofes para os amanhãs que deveriam cantar, e que emudeceram ao primeiro safanão.
A conversa telefónica de Reagan era que estava a ter um sono em que o Kremlin, estava pintado de azul vermelho e branco, e onde estava hasteada a bandeira vermelha da foice, martelo e estrela, estava uma bandeira americana com 51 Estados ( a bandeira norte americana tem actualmente 50 estrelas). Brejnev não gostou da piada e no dia seguinte “ vingou-se” e telefonou a Reagan, dizendo que também tinha tido um sonho e que na Casa Branca estava definitivamente hasteada a bandeira vermelha com a foice, o martelo e a estrela. Reagan, porque tinha alguma fibra de cowboy, resolveu ligar na noite seguinte e disse a Brejnev, que concordava com o sonho dele no dia anterior, mas que ele também tinha sonhado que uma bandeira igual estava no alto da cúpula principal uma bandeira vermelha, com a foice, o martelo e a estrela, e Brejnev terá dito que não achava nada de extraordinário, pois era a bandeira que lá flutuava desde 1917, mas Reagan disse que em baixo estava escrito em caracteres chineses: Bem vindo à Republica Popular da China!
Desculpar-me-ão este devaneio, mas há dias em que as crónicas que temos que ir fazendo não saem assim tão bem, como comemorar quarenta anos de Woodstock mereceriam!
Fernando Pereira
17/08/09


Pensar e Falar Angola

sábado, 26 de setembro de 2009

Notícias no Google sobre Angola

Cooperativa Cultural Brasileira vai dar espaço para artistas angolanos
África 21 Digital
São Paulo - A Cooperativa Cultural Brasileira abre as portas para apoiar os artistas angolanos e de outros países, de diferentes expressões artísticas, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Repúblicas de Angola e Dominicana estabelecem relações
AngolaPress
Nova Iorque - As repúblicas de Angola e Dominicana estabeleceram sexta-feira relações diplomáticas, durante uma cerimónia realizada na sede das Nações ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Prosa de Saberes recebe o escritor angolano João Melo neste sábado
Ribeirão Preto Online
A Oficina Cultural Cândido Portinari eo Instituto do Livro trazem para Ribeirão Preto o escritor, ensaísta e poeta angolano João Melo para um encontro ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
João Pessoa, no Brasil, será cenário do novo filme do angolano ...
África 21 Digital
... da arquitetura histórica colonial que se assemelha bastante com a geografia de Luanda, capital de Angola", de acordo com a assessoria da PBTur. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Aposta do Governo angolano na diversificação mineira constitui ...
AngolaPress
Esteve igualmente em destaque na semana a distinção do Banco Millennium com o prémio"Most Innovative Bank - O banco mais inovador", em Angola pela ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Ministério do Ambiente vai criar área de conservação ...
AngolaPress
Em Julho do ano em curso, as repúblicas de Angola, do Congo (Brazzaville) e Democrática do Congo assinaram o protocolo tripartido para a iniciativa da ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Parques nacionais angolanos precisam de mais de 8 milhões de ...
África 21 Digital
Angola conta com 13 áreas de conservação, entre parques nacionais, reservas naturais integrais, parciais e especiais que foram criadas no período colonial. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Fesa promeve debate Angola no contexto da nova ordem económica mundial
AngolaPress
Por esta razão, explicou, a Fundação considera necessário informar os angolanos sobre as causas, consequências e medidas adoptadas que estão a ser tomadas ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Organização do evento é veículo de desenvolvimento de Angola
AngolaPress
Luanda - O vice-presidente da Federação Angolana de Xadrez (FAX), Rogério Ferreira, considerou hoje, em Luanda, símbolo de desenvolvimento o facto do país ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Embaixador chinês destaca importância da prova para Angola
AngolaPress
Luanda- O embaixador chinês em Angola, Zhang Bolun, considerou hoje à Angop, em Luanda, a realização do Campeonato Africano das Nações (CAN) como um evento ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


Sábado Musical



Pensar e Falar Angola

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Notícias no Google sobre Angola

Angola é o maior parceiro comercial da China em África
AngolaPress
Além das obras públicas, Angola e China podem estabelecer uma cooperação construtiva em outros domínios estratégicos, afirmou o embaixador Zhang Bolun, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Embaixador chinês considera fortalecidas relações com Angola
AngolaPress
Luanda - O embaixador da China em Angola, Zhang Bolun, manifestou–se hoje, em Luanda, regozijado com o incremento das relações políticas, diplomáticas e ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Presidente da PBTUR recebe visita do diretor angolano Zezé Gamboa
ClickPB
O produtor e diretor angolano, Zezé Gamboa foi recebido, nesta quinta-feira (24), pelo presidente eo diretor adjunto da PBTUR (Empresa Paraibana de Turismo) ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Angola: Investimento directo no estrangeiro quadruplicou em 2008
Jornal Digital
Luanda – O investimento directo de Angola no estrangeiro atingiu 1,2 mil milhões de dólares no ano passado, cerca de quatro vezes mais do que em 2007. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Fersant 2009 conta com participação de empresas de Angola
O Mirante
António Campos disse que a Nersant vai receber a visita de uma delegação de dez empresários angolanos que representam 25 empresas, no âmbito do acordo ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Embaixador angolano apresenta cartas ao rei Juan Carlos I
AngolaPress
Luanda - O diplomata angolano, Víctor Manuel Rita da Fonseca Lima, apresentou quinta-feira, em Madrid, ao rei Juan Carlos I, as cartas credenciais que o ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
G1.com.br
Festa de candomblé na Bahia é exposta em fotos em Angola e na França
G1.com.br
O trabalho, de autoria do fotógrafo Edgar de Souza, também será levado para Angola, em novembro deste ano. Essa é uma festa tradicional do candomblé, ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
Escom admite parcerias com sul-africanos em Angola
Jornal de Negócios - Portugal
A aproximação política entre Angola ea África do Sul deverá abrir novas oportunidades de negócio para a Escom, a participada do Grupo Espírito Santo (GES) ...
Veja todos os artigos sobre este tópico
CE visita norte de Angola para avaliação de projectos
Diário Digital
Uma delegação da Comissão Europeia (CE) desloca-se segunda-feira à província angolana do Zaire, norte de Angola, para avaliar a execução de dois projectos ...
Veja todos os artigos sobre este tópico


Hugo Fernandes


Pensar e Falar Angola

Visitando Blogs (13)


Sexta-feira, Setembro 25, 2009

O LEGADO DE NETO

.
Por MARTINHO JÚNIOR

Setembro está a ser um mês de conteúdos ricos para Angola, uma espécie de balanço que se faz da história, da cultura, da vida, tornando-se cada vez mais sensíveis as correntes filosóficas que os angolanos têm em presença, um pouco como vai acontecendo aliás em todo o mundo: quer queiram quer não é sempre um balanço geral, mesmo que as questões que se ponham sejam de cariz local.

Em Angola tem uma vantagem: tudo está a ser balanceado sem se perder de vista o filão de poesia feita dum misto de paixão, de entusiasmo, de esperança, de nacionalismo e de solidariedade, de quanta dádiva, desafiando a responsabilidade de cada um e a colectiva… quer queiram quer não e isso também por causa do legado de Neto!...


Dirão que perante a crise o que é humano é cada vez mais se levantarem as interrogações, filosofar, medir e balancear o que foi feito, o que se está a fazer, como foi feto, como é feito, como deve ser feito, quando e porquê…

Pouco a pouco em Angola as interrogações vão sendo colocadas (tem havido apesar de tudo alguma possibilidade nesse sentido) e entre elas também aquelas que se prendem ao estado, ao poder, às elites deste país, bem como em relação às tendências que se vão desenhando, as suas perspectivas, os seus enredos, os ciclos que se geram muitas das vezes com envolvências dentro e fora das fronteiras…

Alguns manifestam um elevado grau de consciência, sublinhando o respeito para com o movimento de libertação e, como estão vivos, o respeito para com o seu sentido histórico, que transparece no seu comportamento e na sua atitude, desde logo para consigo próprio, para depois se aprofundar para com a sociedade.

A esses preocupa fundamentalmente a situação humana, colocando o homem, o ambiente e a natureza na prioridade de todas as atenções, por isso cultivam a dignidade, são incorruptíveis, modestos e valem sempre e apenas pelo último acto que praticam em obediência à sua formação, à sua consciência.

Outros, não passam da afirmação da mentalidade corrente, aproveitando da lógica em vigor: uns são arrogantes, outros ostentam seu poder e riqueza, outros ainda escondem-se timidamente para melhor poder usufruir o que foi “conquistado” com compromissos de toda a ordem mesmo aqueles que obrigam a vender por vezes mãe e pátria; esses são os medíocres, mas são os que marcam a cadência dos tempos actuais… são as primeiras vítimas mentais do sistema “kuduru e cabeça mole”…

A esses, cada vez mais poderosos, preocupa fundamentalmente o dinheiro, o lucro, o poder, como garantir o exercício continuado dos privilégios alcançados por vezes a golpes de tanta vilania, a única coisa que realmente pretendem a prazo tão dilatado quanto o possível e por isso vão preparando o “the day after” para os filhos que se lhes seguirão.

Os grandes mestres dessa ordem, no momento em que todo o mundo a começar pelos Estados Unidos, começam a pedir contas aos banqueiros cuja filosofia feita cobiça ilimitada está a atirar a humanidade para o caos, atraem até alguns daqueles que se sentam no Bilderberg e noutros “think tank” da opressão, para se instalarem como os grandes salvadores da pátria de Agostinho Neto!

Em Luanda, por detrás de cada torre que se ergue, está quase sempre um banco que esconde as piores mazelas do mundo e pior de tudo, agarrado a cada um deles, estão as figuras que vão compondo pelo menos uma parte muito substantiva das novas elites!

Poderão alegar que há outras tendências para além dessa dicotomia, todavia a minha observação redunda da análise de duas lógicas: aqueles que são pelo capitalismo neo liberal (que detêm agora o controlo do estado), que tão bem usam as instituições como cobertura e os outros que optam pela alternativa, cada vez mais identificada com o legado de Neto, a maior parte deles já fora das instituições!

Os jornais de Setembro têm espelhado bem essa dicotomia que cada vez se vai tornando como o vento do sudoeste que transporta grátis o oxigénio que Luanda tanto precisa todas as tardes quando o sol aperta mais, cada vez mais presente, cada vez mais evidente.

Tenho antes de mais uma posição de reserva que não quero aqui deixar de referir, em relação a muitos desses jornais:

Quem está por detrás deles?

Quem os financia, quem os alimenta, que pressões não têm cada um deles de satisfazer, vindos de quem?

São justas essas minhas reservas, pois na esmagadora maioria das intervenções verifica-se que a lógica capitalista dominante nunca é posta em causa, quando eu sou pela coragem crítica que está na raiz da sempre possível alternativa.

Tudo isso acontece por que em Setembro avalia-se sempre, quer-se queira, quer não, o legado de António Agostinho Neto.

No “Novo Jornal” de 11 de Setembro, edição nº 86, a filha do primeiro Presidente de Angola Irene Neto, em “dossier”, aceitou responder a uma entrevista do jornalista António de Freitas sobre a vida e a obra do seu pai e também sobre si própria.

Para mim, houve uma pergunta chave que o jornalista colocou sobre seu pai e Irene Neto respondeu de forma cuidadosa, inteligente, sóbria e muito substantiva.

Teve a ousadia o jornalista de perguntar:

“Qual o legado de Neto que tanto se fala?

Existe esse legado?”

Vale a pena transcrever na íntegra a resposta madura de Irene Neto:

O legado de Agostinho Neto é a independência, a cidadania angolana, o MPLA, a libertação da África Austral, o não alinhamento e a importância norteadora de resolver os problemas do povo.

E a SONANGOL que foi criada por um despacho seu e que foi igualmente convertida em concessionária pela Lei das Actividades Petrolíferas, em 1978.

Sabia que as bases do que são hoje o boom e a pujança económica de Angola foram lançadas por ele?

O seu legado é também o seu exemplo de homem íntegro, honesto e defensor do seu povo.

A sua mestria política e diplomática priorizou as soluções políticas e por isso mesmo estavam em curso contactos com a África do Sul, com os Estados Unidos, com o Zaire e com a UNITA visando o fim da guerra e a pacificação do país e da África Austral.

O seu estilo independente e defensor dos interesses nacionais foi sempre reforçado com a sua qualidade moral e visão estratégica.

Nunca confundiu a ajuda com a subserviência e nunca aceitou ser um serviçal de nenhuma potência.

O seu legado não é de riquezas porque o seu trabalho e inteligência foram sempre para a luta.

O que era seu foi investido na luta.

Não acumulou patrimónios nem privatizou haveres e activos do estado para seu benefício ou para benefício de seus filhos.

Não retirou benefícios nem vantagens das suas funções e dos poderes que lhe estavam investidos.

O seu legado é acima de tudo o seu exemplo de vida que mostra a importância da educação e da personalidade íntegra”.

Sobre si própria foi logo a seguir:

“Você esteve no governo e é agora deputada.

Foi por influência do nome do seu pai?”

Irene Neto salvaguardou:

“Sou angolana e constitucionalmente tenho os mesmos direitos e obrigações que qualquer cidadão angolano.

Não aceito ser discriminada por ser filha de quem sou.

Tenho um capital humano que me torna capaz de fazer e conceber.

O nome do meu pai demanda de mim um desempenho moral e humano muito elevado.

Ter um pai como ele foi, encoraja a lutar pelo bem de todos e não apenas de um grupo de pessoas”.

Em muitos que seguiram a saga do movimento de libertação, o legado de Neto, para lá da profundidade de sua poesia, não está apenas escrito, mas está sobretudo inscrito: ele existe na memória e na consciência daqueles que lhe foram e são fieis, que lhe vão ser fieis até ao fim, como uma cumplicidade indelével que ata a vida rebelde e recusa a mentalidade do que em Angola quantas vezes se torna fácil, disponível, fútil, o que quantas vezes nutre a mentira continuada, passa como é óbvio sempre ao lado da busca da verdade.

Para isso os fieis tiveram e têm de passar por duras provas:

- Renunciar às riquezas, mesmo que elas lhes tivessem passado dezenas, centenas de vezes, pelas suas próprias mãos.

- Renunciar a uma carreira, por que foi sendo cada vez mais dado espaço aos venais do templo e era impedido o acesso aos honestos, aos modestos, aos inteligentes, aos empenhados por inteiro e sem outros compromissos que não luta pela pátria, pela independência, pela solidariedade, pelo internacionalismo, pelo aprofundamento da democracia, pelo povo angolano e não por grupos de pressão, muitos dos quais estiveram por detrás da opressão e são causadores dos imensos sacrifícios que foram vividos ao longo das últimas décadas…

- Renunciar à lógica que impuseram paulatinamente a partir de 1985, por que a vida fruía e a vida era a verdadeira lógica, a sua barricada, a sua resistência, mesmo que isso por vezes tenha posto em causa a sua própria sobrevivência ou a de sua própria família.

- Passar pelas prisões por via de condenações injustas, mesmo que por aí se jogasse o destino da sociedade e dum estado afinal a ser alterado a partir dos seus alicerces, foi o mesmo acidente de percurso que por várias vezes viveu António Agostinho Neto, que viveu Fidel… e a esses a história os absolverá…

Antes de 1985 a cultura foi o respeito escrupuloso pelo estado, pelo património público, pelo que era do povo angolano e era preciso desde logo honrar, honrando a vida.

Depois de 1985, passou tudo a ser cada vez mais susceptível de negócio, a começar o que existia à mercê nos próprios mecanismos de poder (as “transformações” operadas por dentro da segurança, do interior e das forças armadas acabaram por se tornar num óptimo ingrediente).

A passagem para mãos privadas de bens, equipamentos e património que era do estado foi de tal ordem que quando as gloriosas FAPLA foram dissolvidas, recorde-se aquele poderoso exército que fez frente ao “apartheid” e aos seus sequazes, pouco sobrou para as novas FAA e em muitos sectores teve-se que adquirir tudo de novo nos termos que tinham a ver já com a nova lógica (Pierre Falcone não aparece por acaso, “caído dos céus aos trambolhões”).

Os fieis, aqueles que acima de tudo assumiram a cultura do antes de 1985, são assim, devotados ao povo angolano, por inteiro e até ao fim, fazendo sua a aspiração de Neto, uma qualidade que tudo indicia também fruir em Irene Neto, para lá dos laços de sangue, no âmbito dos laços insuspeitáveis, sublimados pela via da memória, da constância, da perseverança e sobretudo da consciência.

Hoje em época de crise, pode-se até aceitar condescendentemente muita coisa, por exemplo:

- Aceitar o sacrifício dos mortos que pavimentaram o chão e nos conduziram à identidade independente, soberana…

- Aceitar o rejuvenescimento dum país em canteiro de obras, por que quantas e quantas vezes não será aberta pela primeira vez uma estrada, um estádio, uma ponte, uma escola, um posto sanitário, um fontanário de água potável, uma casa, quando para trás existe um vazio imenso…

- Aceitar o trabalho humilde de sol a sol numa Angola em reconstrução e em reconciliação, por que durante tantas décadas as armas foram empunhadas, quando era cada vez mais premente empunhar a enxada, a ferramenta, conduzir o tractor…

- Será contudo justo aceitar desvarios, como as ilhas artificiais, os monumentos megalómanos, a urbanização visionária guardada nos segredos dos gabinetes quando necessário seria mobilizar tanta gente, gente do nosso povo, para a sua realização, aceitar a rotura “inexplicável” dos orçamentos?…

- Será justo manter “parcerias público – privadas” de cada vez mais duvidosa pureza, com programas opacos inibindo qualquer tipo e transparência e cada vez mais duvidoso sentido de oportunidade, como aqueles que se têm gerado a partir da SONANGOL?

- Será justo aceitar os cada vez maiores e mais evidentes desequilíbrios sociais, aceitar a corrupção, as cumplicidades, as venalidades, a ostentação, o que é feito na sombra quando se esconde da mão esquerda o que é feito com a mão direita?…

- É admissível assistir-se cada vez mais às “parcerias” daqueles que durante tantos anos instigaram Savimbi (é só fazer a leitura atenta dos “Jogos Africanos” de Jaime Nogueira Pinto) e agora estão empenhados em trazer cada vez mais desequilíbrios e injustiças sociais para o povo angolano, pela mão de alguns dos mais responsáveis do próprio aparelho de estado?

- É admissível a mentira continuada, o esvaziar das instituições aprontando-as para os negócios e só para os negócios, por vezes embrulhando as acções mais torpes no cativante papel celofane que advém do próprio movimento de libertação?

Nunca se poderá aceitar que o homem e a natureza deixem de merecer aquela prioridade que teve sempre no pensamento e acção de Agostinho Neto, o que deixou de ter aplicado desde que o capitalismo neo liberal foi sendo lenta mas inexoravelmente imposto tirando partido das manipulações injectadas gradualmente, inclusive pela via das sucessivas negociações, a partir de 1985.

Os banqueiros e todos os que lhes são subservientes no poder, não comandam a vida, em muitos casos comandam sobretudo a morte!...

Para os fieis não há “jogos africanos”, há povo angolano e povos africanos por inteiro!

Por isso muitos desses fieis, neste mês de Setembro que é um mês de poetas e também um mês para lá dos poetas, fazem ainda sua a muito legítima “aspiração” afinal tão bem inscrita no legado de Neto e tão oportuna para os tempos que correm:

Aspiração

Ainda o meu canto dolente
e a minha tristeza
no Congo, na Geórgia, no Amazonas
Ainda o meu sonho de batuque em noites de luar
ainda os meus braços
ainda os meus olhos ainda os meus gritos
Ainda o dorso vergastado
o coração abandonado
a alma entregue à fé
ainda a dúvida
E sobre os meus cantos
os meus sonhos
os meus olhos
os meus gritos
sobre o meu mundo isolado
o tempo parado
Ainda o meu espírito
ainda o quissange
a marimba
a viola
o saxofone
ainda os meus ritmos de ritual orgíaco
Ainda a minha vida
oferecida à Vida ainda o meu desejo
Ainda o meu sonho
o meu grito
o meu braço
a sustentar o meu Querer
E nas sanzalas
nas casas
no subúrbios das cidades
para lá das linhas nos recantos escuros das casas ricas
onde os negros murmuram:
ainda
O meu desejo
transformado em força
inspirando as consciências desesperadas.
.
(Sagrada Esperança)

Pensar e Falar Angola

Nuvem

Angola na Imprensa (1772) música (399) jornais (325) Ágora (247) livros (231) F.Pereira (221) Historia de Angola (220) pintura (210) opinião (206) cultura (189) Luanda (116) desporto (114) fotografia (104) Território (74) literatura (73) africa (64) vídeo (64) culinária (60) Angola (55) Saúde (55) arte (55) escritores (55) reconstrução (54) Fauna (52) arquitectura (52) humor (51) personalidades (50) reciclagem (50) partidos políticos (49) turismo (49) Namibe (48) CAN2010 (47) futebol (46) energia (44) Luis Sá Silva (43) publicidade (43) Filatelia (42) Gastronomia Angola (42) Poesia (42) Cinema (41) economia (41) automobilismo (40) fotos (40) LAC (39) gastronomia angolana (37) sociologia (37) musica (36) Luanda Antena Comercial (35) POLITICA (34) valdemaribeiro (34) eleições (33) ensaios (32) Construção (31) visitando blogues (29) 95.5 (28) Elinga Teatro (28) informação (27) Girabola (26) eleições 2012 (26) Podcast (25) Lubango (24) automóveis (24) blogs (24) dança (24) teatro (24) Companhia de Dança Contemporânea de Angola (23) política (23) basquetebol (22) bonecas (22) futebol angolano (22) imprensa (22) rádio (22) CDC (21) cronicas . ensaios (21) sabores (21) Angola em fotos (20) Natal (20) Ondjaki (20) educação (19) notícias (19) eventos (18) frutas (18) Huambo (17) artesanato (17) cronicas (17) Benguela (16) GP3 (16) debate político (16) festas (16) Cozinha Angolana (15) Independência (15) Lobito (15) Parques Naturais (15) Presidente José Eduardo dos Santos (15) Sala de Música (15) curiosidades (15) receitas (15) Agostinho Neto (14) CASA-CE (14) EDUCAÇAO (14) entrevista (14) fotos antigas (14) Bloco Democrático (13) Companhaia de Dança (13) Rui Ramos (13) animais de Angola (13) 4 de Fevereiro (12) Angola descrita (12) Angola-Brasil (12) F.Quelhas (12) José Mena Abrantes (12) Solidariedade (12) comércio (12) memória (12) texto de leitor (12) viagens (12) áudio (12) Afrikya (11) Cabinda (11) Huila (11) José Rodrigues (11) Rádios Angolanas (11) agenda cultural (11) ambiente (11) ciência (11) escravatura (11) flora (11) kuduro (11) pessoas (11) 27 de Maio (10) Comentário (10) Jazz (10) Paulo Flores (10) Ruy Duarte de Carvalho (10) afrobasket (10) aniversário (10) escultura (10) estórias (10) exposição (10) futuro (10) geografia (10) malária (10) população (10) postais (10) povos (10) prémios (10) taag (10) unita (10) Huíla (9) Mateus Gonçalves (9) Palancas Negras (9) cplp (9) paludismo (9) pobreza (9) CAN2008 (8) Café da Manhã (8) Carnaval (8) Jorge António (8) Marcolino Moco (8) Pepetela (8) SOCIOLOGIA POLÍTICA (8) Sérgio Conceição (8) baía de Luanda (8) comboio (8) feriados (8) gentes (8) património (8) selecção de Angola (8) transporte (8) viagens no tempo (8) Festas do Mar (7) João Melo (7) Luandino Vieira (7) Malange (7) O País (7) Rui Mingas (7) SIDA (7) efemérides (7) ensino (7) falecimento (7) festival de teatro (7) heróis (7) percussão (7) Abel Chivukuvuku (6) Bom Dia - Bom dia (6) CAN2012 (6) Hóquei (6) Luisa Fançony (6) MPLA (6) ajuda (6) andebol (6) campanha eleitoral (6) chuva (6) colecção cartazes (6) filme (6) moda (6) sociedade (6) 25 de Abril (5) 4ª Conferência sobre Mulher e Desporto (5) Cartoon (5) Chá de Caxinde (5) Eleições em Notícia (5) FILDA (5) Luena (5) Mário Pinto de Andrade (5) Nelson Mandela (5) antiguidades (5) caminhos de ferro (5) contos (5) convite (5) crianças (5) cultos (5) desenho (5) dia de África (5) diversão (5) documentos (5) estradas (5) liberdade (5) lusofonia (5) moeda (5) o nosso Povo (5) petróleo (5) televisão (5) valdemar ribeiro (5) A Escola da Música (4) A Guerra (4) ADRA (4) Adams Kiluanji Smiths (4) Ana Clara Guerra Marques (4) André Mingas (4) Brasil (4) CFB (4) Capas de singles angolanos (4) Comemorações da Independência de Angola (4) Constituição (4) Diplomáticos (4) Duo Ouro Negro (4) Elias Dya Kimwezo (4) Expo 2010 (4) Fundação Sindika Dokolo (4) IIº Festival Internacional de Teatro e Artes (4) Jornal de Angola (4) Mulheres de Angola (4) N'gola Ritmos (4) Okutiuka (4) Ouvir Angola (4) Paulo Jorge (4) Pensar e Falar Angola (4) Raul do Rosário (4) Saurimo (4) Sónia Ferreira (4) Trincheira Firme (4) agricultura (4) arquitectura popular (4) colares (4) corrupção (4) desportos (4) ecologia (4) etnografia (4) hoquei em Patins (4) internet (4) media (4) medicina (4) tradição (4) urbanismo (4) África (4) Ana Paula Tavares (3) António Jacinto (3) Baía dos Tigres (3) Caminhos de Ferro de Moçâmedes (3) Casa de Angola (3) Catumbela (3) Cuito Cuanavale (3) Denudado (3) Dia Mundial da Dança (3) Dia da Mulher (3) Dia do Herói Nacional (3) Ernesto Lara Filho (3) Filipe Mukenga (3) Homenagem (3) INFRAESTRUTURAS (3) Interclube (3) Investimentos (3) Jogos Olímpicos (3) Jorge Kalukembe (3) José Eduardo Agualusa (3) Justino Pinto de Andrade (3) Kudijimbe (3) Lino Damião (3) Manifesto (3) Manuel Victória Pereira (3) Mosquito (3) Mundial de Hóquei (3) Mário Tendinha (3) Patrício Batsîkama (3) Paulo Araujo (3) Pedroto (3) Prémio Maboque (3) Pérolas (3) Ricardo Teixeira (3) Rock Angolano (3) Teta Lando (3) Universidade (3) Yuri da Cunha (3) adivinhas (3) autores (3) candomblé (3) cidadania (3) coleccionismo (3) comunicação (3) conhecimento (3) conselhos (3) curso (3) david oliveira (3) democracia (3) deputados (3) desastre (3) desenvolvimento (3) design textil (3) dia da Independência (3) e-mail (3) elinga (3) empreendorismo (3) empresa (3) engenharia (3) estatística (3) estudantes (3) exportação (3) formação (3) globalização (3) governo (3) história natural (3) ideias (3) imobiliário (3) indústria (3) jornalismo (3) kuanza-Sul (3) legislação (3) lingua portuguesa (3) linguas (3) livro (3) mel gambôa (3) negritude (3) poesia lusófona (3) polícia (3) rios (3) trabalho (3) ||| Trienal de Luanda (3) 11 de Novembro (2) 1º de Maio (2) 3º ano (2) A Matéria do Tempo (2) Agostinho André Mendes de Carvalho (2) Agualusa (2) Andulo (2) Angola no Afrobasket2013 (2) António Ole (2) Arlindo Barbeitos (2) Assembleia Nacional (2) BD (2) Beatriz Salucombo (2) Belita Palma (2) Bonga (2) Bonga Kwenda (2) CHAN (2) CUBE RECORDS (2) Café Negro (2) Cambambe (2) Campeonato do Mundo de Hóquei (2) Cangandala (2) Caála (2) Comissão Nacional Eleitoral (2) Correia Adão (2) Cuca (2) DTA (2) Divagações (2) Dog (2) Dog Murras (2) Don Sebas (2) Elinga Bar (2) Encontro (2) Estudos Angolanos (2) Estúdio de Actores (2) FAO (2) FBaião (2) FIC (2) FLEC (2) Festival Internacional de Jazz (2) Festival Internacional de Rock do Huambo (2) Festival de Cinema (2) Filipe Zau (2) Formula 3 (2) Fortaleza de Luanda (2) Fotografias (2) Fotografias de Angola (2) Francisco Vidal (2) Gustavo Costa (2) Helena Justino (2) Helena Magalhães (2) Hospital Pediátrico David Bernardino (2) Isabel dos Santos (2) Januário Jano (2) João Arrmando (2) João Baptista Vieira Lopes (2) Kilamba (2) Kuanza (2) Kwanza Norte (2) Leba (2) Lev'Arte (2) Luís Damião (2) Lúcio Lara (2) Mampuya (2) Mangovo (2) Manifestações (2) Manuel Rui (2) Manuel Ruy Monteiro (2) Margarida Paredes (2) Mbanza Congo (2) Mia Couto (2) Micaela Reis (2) MinhaAngola (2) Monza (2) Mucuio (2) Museu de História Natural (2) Nara (2) Nelo Teixeira (2) Neves e Sousa (2) O Blog Realmente Aberto (2) Online (2) Palácio de Ferro (2) Papa Bento XVI (2) Paulo Jazz (2) Paulo de Carvalho (2) Pedras Negras (2) Prémio Nacional da Cultura (2) Reacreativo do Libolo (2) Recordações (2) Reginaldo Silva (2) René Pélissier (2) Roderick Nehone (2) Rosa Coutinho (2) Rádio Ecclesia (2) SIEXPO (2) Sabby (2) Salvador Correia (2) Samakuva (2) Sambizanga (2) Savimbi (2) Sonangol (2) Sumbe (2) TPA Internacional (2) Tchokwé (2) Terra (2) Tio Liceu (2) Togo (2) Tonspi (2) Uíge (2) Valdemar Bastos (2) Viriato da Cruz (2) Visita de Estado (2) Viteix (2) Yaru Cândido (2) advogados (2) alimentação (2) angolanidade (2) antropologia (2) artes plásticas (2) aviação (2) bebidas (2) biodiversidade (2) ciclismo (2) cidades (2) colóquios (2) contestação (2) direitos e deveres (2) divulgação (2) educ'arte (2) escola (2) espectaculo (2) feira (2) fim de ano (2) fome (2) governação (2) herois (2) hino (2) instrumentos (2) kimalanga (2) kizomba (2) legislativas (2) leis (2) marginal (2) negócios (2) pensamentos (2) pesca (2) provérbio (2) racismo (2) religião (2) reportagem (2) resultados eleitorais (2) revistas (2) toponimia (2) transporte aéreo (2) trânsito (2) vias de comunicação (2) vistos (2) Álvaro Macieira (2) óbitos (2)  Zé Pestana Namibe Angola em fotos (1) "O Ocaso dos Pirilampos". (1) 04 de Abril (1) 1 de Maio (1) 15 de Março (1) 1º de Agosto (1) 2006 (1) 2008 (1) 2011 (1) 2012 (1) 2014 (1) 95 (1) A Poesia Angolana noa Caminho Doloroso da História (1) A Orfã do Rei (1) A Safra (1) ANGOLATELECOM (1) Acordos Luso-Angolanos (1) Acordos de Paz de Bicesse (1) Actores (1) Acácio Barradas (1) Adolfo Maria (1) Adriano B. de Vasconcelos (1) Adriano Botelho de Vasconcelos (1) Adriano Mixinge (1) Adriano Sebastião (1) Aeroporto Internacional de Luanda (1) Afrologia (1) Alda Lara (1) Alda do Espírito Santo (1) Alfabetização (1) Aline Frazão (1) Allende (1) Ana Dias Lourenço (1) Ana Paula dos Santos (1) Angola 74 (1) Angola Avante (1) Angola Rural (1) Angola e NBA (1) Angolares (1) Animação (1) António Kassoma (1) António Magina (1) António dos Santos (1) Anália de Victória Pereira (1) Apartheid (1) Apostolado (1) Artur Nunes (1) Assassinato (1) Associação 25 de Abril (1) Associação Kalu (1) Autódromo (1) Bahia (1) Baixa de Cassange (1) Banda (1) Banda Desenhada (1) Banda Maravilha (1) Before Crush (1) Benfica (1) Bienal (1) Bilhete de Identidade (1) Bimbe (1) Bié (1) Black Soul (1) Boas Fertas (1) Bruno M (1) COI (1) COSISA (1) CPJ (1) CRONICAS ENSAIOS (1) Cabo Ledo (1) Caleidoscópio (1) Calos Alberto Mac-Mahon de Vitoria Pereira (1) Cangola (1) Caotinha (1) Carlos Alberto Mac-Mahon de Vitoria Pereira (1) Carlos Ferreira (1) Carlos Ferreirinha (1) Carlos Morais (1) Carteira do Artista (1) Casa 70 (1) Casa do Gaiato (1) Casa do Gaiato de Benguela (1) Cavaqueira no Poste (1) Cesaire (1) Cesária Évora (1) Chia KMK (1) Chibia (1) Chiwale (1) Cinema Atlântico (1) Comité Olímpico (1) Companhia de Teatro Dadaísmo (1) Companhia de Teatro Gente (1) Concurso literário (1) Congresso (1) Cooperação Luso Angolana (1) Corte-Real Pereira (1) Costa Andrade (1) Cuba (1) Cubal (1) Cunene (1) Cónego Manuel das Neves (1) DNIC (1) Dalila Cabrita (1) David Zé (1) Death Metal Angola (1) Demósthenes (1) Dharmasena Pathiraja (1) Dharmasena Pathirajad (1) Dia da Mulher Africana (1) Dia de Camões (1) Dia internacional da Criança (1) Direitos Humanos (1) Direitos de autor (1) Discurso do Presidente Agostinho Neto (1) Dondo (1) Doutoramento (1) Drepanocitose (1) Duarte Ferreira (1) EXPO 2012 (1) Edgardo Xavier (1) Edite Soeiro (1) Eiffel (1) Embaixada de Angola em Portugal (1) Embaixador (1) Eng. Fernando Falcão (1) Espaço SIEXPO (1) Estórias de Angola (1) Etel Ferrão (1) Eugénio Costa Almeida (1) ExameAngola (1) Expo 2008 (1) FAA (1) FC Bravos do Maquis (1) FIL (1) FNLA (1) Fernando Baião (1) Fernando Laidley (1) Fernando Pacheco (1) Fernando Tavares Pimenta (1) Festival da Canção (1) Filhos da Pátria (1) Flávio Ferrão (1) Ford (1) Forum Angolanao (1) Força aérea (1) Fragata de Morais (1) Francisco Costa Andrade (1) Frases (1) Frei João Domingos (1) Frutos de Angola (1) Fundo de Solidariedade Lwini (1) Fátima Roque (1) Gabela (1) Gana (1) Gari Sinedima (1) Gastronomia Angolana (1) General Pakas (1) Graciano António Manuel Kalukango (1) Granito (1) Grupo Lareira (1) Grupo Pitabel (1) Grupo de Reflexão da Sociedade Civil de Angola (1) Guiné-Bissau (1) Gustave (1) Gustavo da Conceição (1) Gás (1) H (1) Helder Mendes (1) Henrique Artes (1) Herberto Helder (1) Hinos partidários (1) Holden Roberto (1) INESAAODH (1) INOVAR (1) Icolo e Bengo (1) Imbondeiro (1) Inocência Mata (1) Inscrições (1) Iraldo (1) Irina Vasconcelos (1) Isaura Maria da Conceição Epanda (1) Ismael Mateus (1) J.M.Coetzee (1) Jacinto Lemos (1) Jandira Sassingui (1) Jeremy Xido (1) Jerónimo Belo (1) Joaquim Furtado (1) Jodi Burch (1) Jomo Fortunato (1) Jonh Bela (1) Jordi Galcerán (1) Jorge De Palma (1) José Chaves (1) José Luis Mendonça (1) José Marcos Mavungo (1) José Maria Chaves (1) José Redinha (1) João Jorge Xavier (1) João Kassinda (1) João Soares (1) Kalandula (1) Kalumba (1) Kambumbe Lodje (1) Kandjila (1) Kaparandanda (1) Kate Hama (1) Kifangondo (1) Kiluanji Kia Henda (1) Kinaxixe (1) Kito Kimbenze (1) KuBass (1) Kuduro International Conference (1) Kwanza (1) LODGE (1) Lambarena (1) Levy César Marcelino (1) Lilly Tchiumba (1) Lito Vidigal (1) Loanda (1) Luanary (1) Luanda Maputo (1) Luciano António (1) Lucira (1) Lugares (1) Luis Fernando (1) Luis Rosa Lopes (1) Lulendo (1) Lunda (1) Luz Veio (1) Luís Fernando (1) M'pty Head (1) MOVICEL (1) Maianga (1) Mano a Mano Produções (1) Manucho (1) Manuel Agostinho Salvador Ribeiro (1) Manuel Ennes Ferreira (1) Mara Dalva (1) Mara Manuela Cristina Ananaz (1) Maria Esperança Pascoal (1) Maria Mambo Café (1) Maria Rita (1) Massalo (1) Matála (1) Mayamba Editora (1) Memória de uma alcoólica (1) Menha Ma Zumbi (1) Menongue (1) Mestre Humberto (1) Miguel Anacoreta Correia (1) Miguel Barros (1) Miguel Zenón Quartet (1) Ministros de Angola (1) Miss Angola 2007 (1) Miss Mundo (1) Miss World (1) Monami (1) Morro Maluco (1) Morro da Luz (1) Morro da Maianga (1) Movimento Estudantil Angolano (1) Movimento X (1) Moçambique (1) Muanamosi Matumona (1) Mucubais (1) Mulher Desporto África 2008 (1) Murras (1) Museu Nacional de História Natural (1) Musongué da Tradição (1) Mutamba (1) Mário Guerra (1) MárioPalma (1) NASCAR (1) NEBLINA (1) Nastio (1) Ngolamirrors (1) Nito Alves (1) Njinga Rainha de Angola (1) Nossangola (1) Nzila (1) Nástio (1) Nástio Mosquito (1) O Moringue (1) O Método de Groholm (1) O Preço do Fato (1) O Rock Lalimwe Eteke Ifa (1) O Submarino Angolano (1) ONG (1) ONU (1) Orfanato (1) Orlando Sérgio (1) Ortopedia (1) Os Lambas (1) Ottoniela Bezerra (1) PENSAMENTO (1) PTNETangola (1) Pangueia Editora (1) Parlamento (1) Pauko Flores . música (1) Paulo Araújo (1) Paulo Capela (1) Paulo Kussy (1) Pedrito do Bié (1) Pedro Pinote (1) Petro (1) Photosynth (1) Processo dos 50 (1) Projecto Perpetuar (1) Prémio José Saramago (1) Quarta-feira (1) Quimbele (1) Quitexe (1) RNA (1) Rafael Marques (1) Raid Cacimbo (1) Raid TT (1) Rainha Ginga (1) Rainha Nzinga (1) Raul David (1) Recreativo da Caála (1) Ricardo Abreu (1) Rio Kuanza (1) Ritmo e Cultura (1) Robert Hudson (1) Roberto Ivens (1) Rocha Pinto (1) Rodrigues Vaz (1) Romi Anauel (1) Ruca Van-Dúnem (1) Rui Almeida (1) Rui Costa (1) Rui Monteiro (1) Rui Tavares (1) Ryszard Kapuscinski (1) Rádio Luanda (1) S.Tomé e Príncipe (1) SISTEC (1) Samba (1) Santocas (1) Sexta-feira (1) Silerstone (1) Silverstone (1) Simão Toco (1) Sita Valles (1) Slide de fotografias (1) Soyo (1) Suzana Inglês (1) Sérgio Guerra (1) Sérgio Mabombo (1) TEDxLuanda (1) Taekwondo (1) Tantã Cultural (1) Tchivinguiro (1) Terra dos Sonhos (1) Toke (1) Tomaz Jorge (1) Toty Semedo (1) Traumatologia (1) Tribunal de Contas (1) Trienal de Luanda (1) Tv (1) TvZimbo (1) Té Macedo (1) Tômbwa (1) UEA (1) UNITEL (1) União de Escritores Angolanos (1) Urbano de Castro (1) VIH/SIDA (1) VUM-VUM KAMUSASADI (1) Victor Gama (1) Vítor Burity da Silva (1) Waldemar Bastos (1) Welwitschia Mirabilis (1) Wilker Flores (1) Xadrez (1) Xá de Caxinde (1) Yonamine Miguel (1) You Failed... Now We Rule!!! A Nossa Vez!!! (1) Zeca Moreno (1) Zé Pestana Namibe Angola em fotos (1) abacate (1) acidentes (1) acordo ortográfico (1) agradecimento (1) alambamento (1) alfandega (1) angolano lá fora (1) antologia poetica (1) anuncio (1) anúncio (1) arbitrariedade (1) baleia (1) bancos (1) bandeira (1) barack obama (1) baía (1) biblioteca (1) bicicleta (1) borboletas (1) brancos (1) cacusso (1) capacitação (1) carta aberta (1) casamento (1) cerâmica (1) cine art angola (1) clima (1) cogumelos (1) combustível (1) comemorações (1) comunidades (1) concertos musicais (1) concurso fotografia (1) contador (1) contrafacção (1) convívio (1) cooperação desportiva (1) crónicas (1) cursos (1) desalojados (1) desarmamento (1) descolonização (1) desgraça (1) design grafico (1) desporto paralímpico (1) dia do pai (1) dimantes (1) dinheiro (1) doclisboa 2012 (1) doença do sono (1) dvd (1) e--books (1) emprego (1) encontro mulheres angolana (1) escr (1) estorieta (1) explicação (1) expressão dramática (1) f (1) facebook (1) famílias (1) feira do Livro (1) feminismo (1) feministas (1) ficção (1) fiscalidade (1) floresta (1) fm (1) fábulas (1) férias (1) gora (1) graffiti (1) hobby (1) humor angolano (1) idolos (1) igreja (1) iniciativa (1) intercâmbio (1) interrupção (1) investigação (1) jindungo (1) jo (1) justiça (1) juventude (1) kalulu (1) kamussekele (1) kassekele (1) kimbos (1) kit surf em Angola (1) leitura (1) lendas (1) luto (1) línguas nacionais (1) militares (1) minas (1) minas de prata (1) miss Universo (1) modernização (1) mosca tsé-tsé (1) motas (1) muamba (1) música. fotos antigas (1) narrativa (1) natação (1) nação negra (1) negros (1) néo-liberalismo (1) o mundo (1) off-road (1) parabens (1) passados. estórias (1) passatempo (1) pecuária (1) pensar (1) perdidos e achados (1) piri-piri (1) poe (1) porto de Luanda (1) povo (1) primeira-dama de Angola (1) prisões (1) prédio Cuca (1) qualificação das pessoas (1) ra (1) raça (1) recuperação (1) refugiados (1) registo eleitoral (1) renovação (1) repatriamento (1) restaurantes (1) san (1) segurança (1) sem etiqueta (1) seminário (1) soberania (1) surf em Angola (1) taxis (1) telecomunicações (1) todo o terreno (1) tragedia (1) tripanossomíase (1) turtulhos (1) twitter (1) técnica (1) um livro. solidariedade (1) valdemar F. Ribeiro (1) vfr (1) vigarices (1) violência (1) voz (1) youTube (1) «ANGOLA: A TERCEIRA ALTERNATIVA» (1) Álvaro Ascenso (1) Álvaro Mateus (1) Óscar Ribas (1) ética (1) ídolos (1)