A Efeméride Nacional

11 DE NOVEMBRO DE 1975

terça-feira, 17 de maio de 2011

Benguela - 394 anos



Angop
Governador de Benguela, Armando da Cruz Neto
Governador de Benguela, Armando da Cruz Neto

O governador provincial de Benguela, Armando da Cruz Neto, felicitou aos munícipes de Benguela por ocasião do 17 de Maio, data que a cidade assinala o 394º aniversário da sua fundação.  
 
Numa nota chegada nesta segunda-feira à Angop, o governador exprime em seu nome e do governo as mais vivas felicitações, extensivas às autoridades civis, eclesiásticas e tradicionais.
 
Para ele, as celebrações do aniversário da cidade ocorrem numa altura em que novos ingentes desafios se colocam, nomeadamente no que toca a espaço verde, higiene e saneamento do meio, iluminação pública e domiciliar, regularização dos acessos aos bairros e periferia, fornecimento de água potável e outros.

O governante solicitou ainda dos munícipes na colaboração das tarefas a prestar, visando o seu encaminhamento e posterior solução, avançando que tal só será possível num ambiente de franca união, debate aberto e responsabilidade na execução das tarefas.
 

Armando da Cruz Neto exortou que o 17 de Maio se converta num momento de reflexão, de reforço da unidade entre todos os extractos da sociedade civil benguelense, a bem do êxito das acções escritas no programa de desenvolvimento social e económico desta parcela do território nacional.
 
A cidade de Benguela foi fundada a 17 de Maio de 1617 por Manuel Cerveira Pereira, responsável pela criação do Forte de São Filipe, em homenagem ao rei Filipe de Espanha.
 
Do ponto de vista socio-económico, Benguela é rica em recursos naturais. 
 
A província de Benguela, que tem a capital com o mesmo nome, está situada no oeste de Angola com 2.100 km² e tem cerca de um milhão de habitantes. É limitada a norte pelo município do Lobito (o mais populoso, cerca 1. 200. 000 habitantes) a este os municípios do Bocoio e Caimbambo, a sul, com o da Baía-farta e o oeste com o oceano Atlântico.
 
O município de Benguela tem seis zonas com estatuto de comuna, nomeadamente, Zona A, B, C, D, E e F.
 




Pensar e Falar Angola
Enviar um comentário