quarta-feira, 20 de junho de 2012

27 partidos e coligações para 31 de Agosto de 2012


27 partidos e coligações apresentaram candidaturas às eleições de 31 de agosto


Um total de 27 partidos e coligações apresentou até às 24 horas de terça-feira, prazo limite, os respetivos processos para concorrerem às eleições gerais de 31 de Agosto, disse hoje à Lusa fonte do Tribunal Constitucional.
Os processos destas 27 formações (19 partidos e oito coligações) vão agora ser conferidos pelo Tribunal Constitucional (TC), que divulgará a partir do dia 06 de Julho, à Comissão Nacional Eleitoral, a relação completa das formações partidárias que concorrerão ao preenchimento dos 230 lugares da Assembleia Nacional.
A maior parte dos partidos e coligações depositou nas últimas horas de terça-feira os seus processos de candidatura, com a apresentação dos 130 nomes pelo círculo nacional, de onde sairá o Presidente e o vice-Presidente da República, correspondentes aos primeiro e segundo nomes da referida lista, e cinco por cada uma das 18 províncias.
A fonte acrescentou que eventuais irregularidades ou insuficiências deverão ser resolvidas no prazo de 10 dias úteis.
As 27 formações que registaram os seus candidatos no TC são, por ordem de apresentação, os seguintes:
1. Partido Socialista de Angola (PSA)
2. Partido Republicano de Angola (PREA)
3. Convergência Ampla de Salvação de Angola-Coligação Eleitoral (CASA-CE)
4. Conselho Consultivo Político de Oposição (CPO)
5. Coligação Nova Democracia (ND)
6. Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA)
7. União Democrática Coligação Política Eleitoral (UDCPE)
8. Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA)
9. Movimento de Defesa dos Interesses de Angola- Partido de Consciência Nacional (MDIA-PCN)
10. Movimento Patriótico Renovado de Salvação Nacional (MPR-SN)
11. União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA)
12. Partido Popular
13. Frente Unida para a Mudança de Angola (FUMA)
14. Partido Popular para o Desenvolvimento (PAPOD)
15. Coligação Voz Democrática (CVD)
16. Partido da Renovação Social (PRS)
17. Partido Democrático Pacífico de Angola (PDPA-Nto Bako)
18. União Democrática Nacional de Angola (UDNA)
19. Partido da Comunidade Comunista de Angola (PCCA)
20. Partido Democrático para o Progresso - Aliança Nacional de Angola (PDP-ANA)
21. Partido Social Democrático (PSD)
22. Partido Nacional (PN)
23. Partido Democrático Nacional (PDN)
24. Luz de Angola (LUA)
25. Partido Democrático Angolano (PDA)
26. Bloco Democrático (BD)
27. Coligação Eleitoral Angola Unida (CAU).
Um total de 77 partidos e sete coligações estavam habilitados a formalizar os respetivos processos de candidatura às eleições.
Nas eleições legislativas de 2008, o MPLA, partido no poder desde a independência, em 1975, totalizou 81 por cento dos votos expressos, enquanto a UNITA se quedou pelos 10 por cento.
Os restantes partidos representados no parlamento eleito em 2008 foram o PRS, a FNLA e a ND.
EL.
Lusa/Fim




Pensar e Falar Angola
Enviar um comentário

Dia do Herói Nacional

Pensar e Falar Angola