A Efeméride Nacional

11 DE NOVEMBRO DE 1975

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

11 de Novembro


Antes de alcançada a independência nacional, objectivo tornado realidade aos 11 de Novembro de 1975, os Angolanos tiveram que desenvolver, inicialmente, uma intensa luta politica, visando a independência, sem recurso às armas. Porém, considerando a resposta das autoridades coloniais, que consistiu na recusa de quaisquer conversações com vista a autodeterminação, os patriotas Angolanos não tiveram outra saida, a não ser o inicio da luta armada que durou cerca de 14 anos. Contudo, não obstante os 14 anos de luta armada contra a dominação do regime português, nos meses que antecederam a proclamação da independência, Angola foi alvo de uma invasão empreendida pelo exército Sul Africano, coligado com os mercenários de várias origens e latitudes.

Apesar disso, o povo Angolano foi capaz de na voz do Dr. Agostinho Neto, proclamara independência de Angola, pondo desta forma fim, ao mais longo império colonial em Africa.

Angola completa 36 anos, desde que se viu livre da dominação colonial portuguesa, que durou cinco séculos. 

No decurso destes 36 anos, foram operadas transformações importantes nos domínios económico, social e politico. No que diz respeito ao domínio económico, após o abandono do sistema de economia centralmente planificada, os agentes económicos privados passaram a assumir um papel preponderante na criação da riqueza, visando não só a obtenção de lucro, como também oferecer postos de trabalho aos cidadãos economicamente activos, o que tem vindo a concorrer para a diminuição do desemprego e proporcionar rendimento às famílias.


No capítulo politico, foi no decurso desses 36 anos que o Estado Angolano conquistou o reconhecimento das outras nações, impôs-se como nação independente e soberana, permitindo que Angola desempenhasse um papel preponderante na libertação de outros países, como a Namibia e o Zimbabwe. Neste período, como resultado das alterações introduzidas na Lei Constitucional e demais leis ordinárias, foram realizadas as primeiras eleições multipartidárias na história de Angola independente.

No domínio social, o governo empreendeu acções para mudar o quadro desolador resultante da guerra: a reabilitação de infraestruturas importantes para a vida das populações.

No 36° aniversário da independência nacional, o país comemorou também o 9.º aniversário do alcance da paz, assinalado a 4 de Abril desse ano, em homenagem à assinatura dos acordos do Luena.

Hoje, o país marcha de maneira segura para o desenvolvimento, com o objectivo de trazer o bem estar para as populações e, desta forma, ir eliminando paulatinamente as assimetrias regionais existentes.




Pensar e Falar Angola
Enviar um comentário