A Efeméride Nacional

11 DE NOVEMBRO DE 1975

sábado, 24 de dezembro de 2011

Natal em Angola

O Natal em Angola


SAUDAÇÃO:"Boas Festas"

Embora os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (Palop) - Angola, Guiné Bissau, Moçambique, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe - tenham diferentes raízes culturais e políticas, uma coisa eles têm em comum: a porcentagem relativamente alta de cristãos, que cultivam as tradições natalinas levadas de Portugal pelos antigos senhores coloniais.

Na véspera, celebram apenas a Missa do Galo, deixando a refeição festiva para o dia seguinte. Os cabo-verdianos costumam fazer um cozido, enquanto os moçambicanos preferem um assado de cabrito e os angolanos comem pratos vegetarianos com mandioca.

Em todos esses países, há, no entanto, o bolo de Natal. A árvore de Natal também é um símbolo importante. Em países quentes, como a Angola, o cipreste substitui o pinheiro. Mas as árvores mais bonitas e coloridas são as que as crianças costumam pintar e pendurar na igreja do povoado, como é o costume em Moçambique.



Uma Oração de Natal por Angola



Há dois mil anos, um menino nasceu, para ser o Rei dos reis, como foi anunciado desde os antigos tempos. Jesus, sinónimo de Eleito, não nasceu num berço rico , nem foi envolto em trajes magestosos, tão pouco recebeu uma coroa de ouro.

Antes, fez-se pobrezinho, o mais “pequeno” de todos, nasceu num estábulo, deitado foi, numa manjedoura e de nós, recebeu a coroa ...de espinhos.

Em vez da espada e condenação, para combater o mal, usou de amor e perdão.

Veio ao mundo, para os pobres, oprimidos, doentes, veio para todos os que sofrem no, corpo ou no espirito.

“Eu vim para que tenham a Vida e a tenham em abundância.”

Jesus, a Ti suplico e imploro,

Olha por este teu povo tão sofredor, olha para a nossa mãe Angola.

Nossos velhos, nossas mães, nossos irmãos, nossas crianças, vivem o inferno da guerra, da fome, das doenças, e do abandono. Tu Príncipe da Paz, ilumina os homens que governam nossa nação e os que directa ou indirectamente são responsaveis quer pela guerra, quer pelo desvio das riquezas que poderiam aliviar esta situação, para que governem e actuem com justiça e caridade. No lugar de um coração de pedra, dá-lhes um coração de carne, humano e solidário para com os homens de quem eles são responsaveis por lhes possibilitar uma vida condigna.

A nossos irmãos, vitimas de tão grande sofrimento, envia-lhes o teu Santo Espírito, dá-lhes o Dom da Paz, Consolação e Alegria. Enche de Bençãos e Sabedoria, todos aqueles que apoiados em Ti e na Tua palavra, dão a vida por Ela, nas construção de uma Angola fraterna. De uma forma particular a todos os membros da Tua Igreja, a todos os missionários e missionárias , a todos os leigos, a todos os responsáveis pelo movimento ProPace, à COEIPA, guia-os e ampara-os nas suas dificuldades, antecede-os nas suas iniciativas para a pacificação do nosso país.

Ámen



Pensar e Falar Angola
Enviar um comentário