A Efeméride Nacional

11 DE NOVEMBRO DE 1975

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Comunicados da CASA-CE

C A S A – CE

CONVERGÊNCIA AMPLA DE SALVAÇAO DE ANGOLA – COLIGAÇÃO ELEITORAL
CONSELHO PRESIDENCIAL


C  O  M  U  N  I  C  A  D  O


O  Conselho Presidencial da CASA-CE reunido no dia 29 de Outubro de 2013 sob a presidência do Companheiro Abel Epalanga Chivukuvuku, Presidente da CASA-CE, para analisar a situação politica, económica e social do país, e  avaliar o cumprimento das orientações a implementar no terceiro trimestre, após longos debates, emitiu o seguinte comunicado:

1-    O Conselho Presidencial da CASA-CE constata com bastante satisfação, o cumprimento pelas estruturas centrais, intermédias e de base, dos programas agendados para o terceiro trimestre do corrente ano.

2-    Conselho Presidencial da CASA-CE manifesta a sua profunda consternação pela morte inesperada e prematura da companheira Zilda Pedro, Membro do Conselho Deliberativo Nacional, ocorrida na madrugada do dia 26 de Outubro do corrente ano, e apresenta os seus sentidos pêsames a família enlutada.

3-    O Conselho Presidencial da CASA-CE tomou conhecimento e condena com todas as energias o acto horrendo e lamentável de profanação de que foi alvo o local de peregrinação do Santuário Mariano da Nossa Senhora da Muxima, vandalizado na tarde do domingo, 27 de Outubro de 2013, por um Grupo de 06 indivíduos, alegadamente pertencentes a Seita anticatólica: “Igreja Profética Arca do Noé” e solidariza-se profundamente com todos os crentes assolados.


4-    Conselho Presidencial da CASA-CE constata com bastante preocupação a degradação das condições de vida das populações em todo o território nacional e não vislumbra num futuro próximo, a alteração do quadro, pelo contrário é visível que as acções do governo têm tendência utilitarista sobre as populações para fins de manutenção e exercício do poder político.

5-    Conselho Presidencial da CASA-CE  constata igualmente, que o quadro político tem degradado perigosamente nos últimos dias com acontecimentos que indiciam o retrocesso da caminhada para a materialização dos pressupostos da democracia multipartidária.

6-    Conselho Presidencial da CASA-CE condena com veemência a contínua manipulação de informações e acontecimentos por parte  dos Órgãos de Comunicação Social Pública que, ao invés de prestarem verdadeiramente um serviço público, actuam  como órgãos de propaganda do partido no poder.

7-    Conselho Presidencial da CASA-CE insta o Partido MPLA, para a clarificação da situação que envolve o seu alto dirigente Bento dos Santos “ Kangamba” no crime de tráfico de seres humanos e prostituição internacional, a partir do Brasil.

8-    Conselho Presidencial da CASA-CE considera que o Acórdão nº 394-C/2013, de 9 de Outubro corrente, do Tribunal Constitucional sobre a declaração de inconstitucionalidade de algumas normas do Regimento da Assembleia Nacional vem colocar uma pedra no exercício pleno dos direitos que a Constituição atribui ao Parlamento para a fiscalização e controlo.

9-    Conselho Presidencial da CASA-CE afirma que o Tribunal Constitucional na sua qualidade de guardião da Constituição deve demarcar-se rapidamente da colagem aos interesses do Partido no poder que pretende manietar o Parlamento transformando-o em caixa de ressonância dos seus interesses.


LUANDA AOS 29 DE OUTUBRO DE 2013


O CONSELHO PRESIDENCIAL







CONVERGÊNCIA AMPLA DE SALVAÇÃO DE ANGOLA
CASA-CE
Secretariado Executivo Nacional
COMUNICADO
CASA-CE condena acto de profanação contra o Santuário da Nossa Senhora da Muxima
1 - O Secretariado Executivo Nacional da CASA-CE, tomou conhecimento na tarde de domingo 27 de Outubro de 2013 do acto hediondo de profanação de que foi alvo o local de peregrinação do Santuário Mariano da Nossa Senhora da Muxima, vandalizado na tarde do mesmo domingo por um Grupo de 06 indivíduos, alegadamente pertencentes a Seita anticatólica: “Igreja Profética Arca do Noé”.
2 - Nesta triste circunstância, o Secretariado Executivo Nacional da CASA-CE, vem condenar veementemente o acto bárbaro de manifesta intolerância e lembra a ingente necessidade do Estado angolano preservar o Princípio da Laicidade e multi-religiosidade uma das mais caras divisas da nossa Constituição e adverte as autoridades competentes, mormente a Polícia Nacional e órgãos adjacentes como a Polícia de Investigação Criminal a acautelar a tranquilidade que é devida à prática da actividade religiosa e usar os meios ao alcance para combater todos os actos manifestos de fanatismo.
3 - Neste momento de tamanha indignação, o Secretariado do Executivo Nacional da CASA-CE, solidariza-se com o Prelado, assim como com todos os católicos, moral e psicologicamente abalados e recomenda ao Governo à tudo fazer para a reposição, reconstituição dos símbolos estatuários e outros materiais danificados.

Luanda aos 28 de Outubro de 2013
O Secretario Executivo Nacional


Pensar e Falar Angola
Enviar um comentário