A Efeméride Nacional

11 DE NOVEMBRO DE 1975

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Faleceu Agostinho André Mendes de Carvalho

O Bureau Político do MPLA cumpre o doloroso dever de comunicar o falecimento do Camarada AGOSTINHO ANDRÉ MENDES DE CARVALHO “UANHENGA XITU”, nacionalista, combatente da luta pela independência nacional de Angola e distinto militante MPLA, ocorrido nesta quinta-feira, 13 de Fevereiro de 2014, em Luanda, por doença.

O Camarada MENDES DE CARVALHO, que contava 89 anos de idade, era enfermeiro de profissão e exerceu, clandestinamente, nas células do MPLA, actividades políticas, visando a independência de Angola, tendo sido preso, julgado no conhecido Processo dos 50, em 1959 e condenado, pelas então autoridades coloniais portuguesas, a 12 anos de prisão maior, a medidas de segurança de seis meses, a três anos prorrogáveis e a perda de direitos políticos, por 15 anos.

Depois da proclamação da Independência Nacional de Angola, em 11 de Novembro de 1975, o Camarada MENDES DE CARVALHO exerceu, entre outras, as funções de ministro da Saúde, de Comissário Provincial de Luanda, de embaixador na Alemanha e de Deputado, pelo MPLA, à Assembleia Nacional. 

O Camarada MENDES DE CARVALHO, de nome literário Uanhenga Xitu, foi, também, um eminente contador de estórias populares, em que vincou, como preocupação primária, o estabelecimento de uma ligação directa com o povo, valendo-lhe a atribuição, em 2006, do Prémio Nacional de Cultura e Artes, entrando, assim, na galeria dos melhores autores da história literária do país.

Nesta hora de profunda comoção, o Bureau Político, em nome dos militantes, simpatizantes e amigos do MPLA, inclina-se perante a memória do CamaradaAGOSTINHO ANDRÉ MENDES DE CARVALHO e endereça, à família enlutada, os seus mais sentidos pêsames.


Pensar e Falar Angola
Enviar um comentário