A Efeméride Nacional

11 DE NOVEMBRO DE 1975

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Fosfatos no orte de Angola


Grupo de Israel investe na exploração de fosfatos no norte de Angola


Luanda - A bacia de Lucunga, situada na província angolana do Zaire, no norte do país, possui reservas de fosfato estimadas em cerca de 130 milhões de toneladas, informou o director de projectos da empresa Vale Fértil, Ehud Levy.
 
Ao fazer a apresentação do projecto às autoridades governamentais da província, Ehud Levy disse que a primeira fase de exploração será iniciada em 2013, e compreende as acções de mineração bruta, construção de fábricas de beneficiação e granulação e a instalação de armazéns.
 
Nesta fase serão investidos pelo menos 82 milhões de dólares e serão criados 250 postos de trabalho.
 
Para a segunda fase, a partir de 2014, está previsto investimento de US$ 950 milhões de dólares e compreende a construção de um porto mineiro, um complexo de fertilizantes, uma central eléctrica e a instalação de armazéns. Esta fase prevê criar 700 novos postos de trabalho.
 
O director da Vale Fértil, associada ao grupo LR , de Israel, disse que o arranque efectivo de todas as etapas do projecto está marcado para o ano de 2017.
"A julgar pelas enormes reservas de fosfato encontradas na bacia de Lucunga, o projecto de mineração e processamento durará cerca de 30 anos e vai representar  um passo gigantesco no desenvolvimento económico de Angola" sublinhou Ehud Levy.
 
O fosfato é um produto utilizado fundamentalmente na produção de fertilizantes e responde a aproximadamente 25% do uso mundial.
É um mineral importante no fabrico de pasta de dentes, detergentes, bebidas não alcoólicas, suplementos vitamínicos e rações de animais.
 
O projecto de prospecção deste produto na bacia de Lucunga teve início em 2009



Pensar e Falar Angola
Enviar um comentário