A Efeméride Nacional

11 DE NOVEMBRO DE 1975

domingo, 25 de agosto de 2013

Angolano Luis Sá e Silva em Spa-Francorchamps

Angolano recupera até 12º em Spa-Francorchamps

Luís Sá Silva recuperou onze posições e terminou, este sábado, a primeira corrida em Spa-Francorchamps em 12º. Numa corrida difícil, marcada por incidentes e pela extrema competitividade, o piloto angolano realizou um bom arranque e partiu ao ataque, alcançando um dos melhores resultados da época no traçado belga.


Após uma qualificação na qual as suas melhores voltas foram “ muito prejudicadas por outros pilotos em voltas lentas”, Sá Silva sente que voltou às boas exibições: “Foi uma boa corrida, tentei ser mais agressivo, mas ao mesmo tempo evitar possíveis incidentes, e pude recuperar muitas posições. Mais importante ainda, provei que o meu ritmo voltou ao normal e que posso andar perto do Top10. Espero repetir o bom resultado amanhã!”

O treinador do angolano, Nuno Pinto, da Winway, acredita que o bom resultado de hoje será importante na luta pelos pontos: "O Luís fez uma boa corrida hoje e alcançou um óptimo resultado. Partindo atrás é sempre muito complicado, mas ele teve rapidez e inteligência para ganhar posições, evitar os toques no meio do pelotão e assim alcançar um óptimo 12º posto. Amanhã arrancando mais à frente vamos tentar que tenha um fórmula que lhe permita lutar e tentar entrar no Top10."



A segunda corrida  (domingo) às 08h25.
GP3 Series: Furo impede Sá Silva de repetir a boa performance da Corrida 1
Depois de recuperar onze posições e acabar a primeira corrida da prova belga no 12º lugar, o angolano Luís Sá Silva não conseguiu terminar a Corrida 2, após uma tentativa imprudente de ultrapassagem de Aaro Vainio ter afastado os dois pilotos da pista. O piloto da Koiranen GP foi penalizado em cinco posições na próxima corrida.
Com a instabilidade atmosférica já habitual em Spa-Francorchamps , o pelotão arrancou com parte da pista muito molhada e a outra parte a secar, o que dificultou até ao último instante o trabalho das equipas na escolha do setup ideal. A Carlin apostou em pneus slick e Sá Silva, saído da 12ª posição da grelha, realizou um bom arranque e chegou a rodar na posição 9. A prestação do piloto começou a ser logo comprometida por um furo lento, que impediu a continuação do bom ritmo do angolano, que acabaria inclusive por não terminar a corrida, resultado de uma ultrapassagem mal calculada do piloto Vainio na última volta.
"A pista hoje estava muito complicada mas mesmo assim consegui fazer um bom arranque e ganhar algumas posições. Infelizmente logo desde o início não tive velocidade no sector 1 e 3 e por isso foi impossível manter o meu ritmo. O carro tinha muita vibração e não curvava bem devido a um furo lento no pneu da frente direito. Tentei no entanto continuar e acabar a corrida mas na última volta o Vainio cometeu um erro e tocou na traseira o que nos deixou a ambos de fora. Uma pena os problemas de hoje, mas a corrida de ontem foi muito boa e penso que saímos daqui com boas indicações para o final do campeonato", declara Sá Silva.
Depois do bom resultado conseguido no sábado e de uma prestação esforçada na Corrida 2, Luís Sá Silva está “confiante” para a sétima e penúltima prova do campeonato, que se realiza de 06 a 08 de Setembro em Monza, Itália.


Pensar e Falar Angola
Enviar um comentário